segunda-feira, 31 de maio de 2010

PEDAGOGO E CORRESPONDENTE DO BLOG DE ANDRE PINTO FALA SOBRE HIPERATIVIDADE

Hiperatividade

O que Escola e Família podem fazer juntas?

Outro dia encontrei uma ex-aluna que veio conversar a respeito de sua filha adolescente e das dificuldades que ambas estavam enfrentando para resolver a mesma situação: baixo rendimento.

A mãe (minha ex-aluna) disse-me que a Escola teria a chamado para conversar a respeito do baixo rendimento da filha e do seu comportamento durante as aulas e a solução dada pela Escola foi para que a mãe “procurasse um psicólogo para ajudá-las a resolver tal problema.”

E é por este motivo que resolvi escrever este texto sobre TDAH.

Espero que minha ex-aluna leia.

A Escola se queixa:

    • “Esse menino não pára!”;
    • “Parece que ele está sempre com a cabeça no mundo da lua!”;
    • “Ele não consegue acompanhar porque não presta atenção no que faz!”;
    • “Esse menino precisa de limites!”.

Quando os pais ouvem esses comentários dos professores, uma pergunta muito séria ronda sua cabeça:

“Até que ponto a “energia” ou a “distração” do filho são normais ou são sinais de que há algo realmente errado acontecendo?”

Responder a essa pergunta não é nada fácil. Afinal, que criança não é, em certa medida, desatenta, agitada ou impulsiva? Pode-se desconfiar de que há algo de errado quando todas essas características estão presentes na criança de maneira exagerada.

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (denominação correta da conhecida hiperatividade) é um quadro que ocorre antes dos 7 anos de idade e, segundo algumas estimativas norte-americanas, atinge cerca de 3% a 5% das crianças, sendo muito mais frequente em meninos do que em meninas. A criança com déficit de atenção e hiperatividade apresenta problemas em quatro áreas:

    • Atenção;
    • Controle de impulsos;
    • Atividade motora; e
    • Baixo limiar para a frustração.

A seguir, vamos descrever brevemente as principais características desse quadro, mas é importante lembrar que os problemas causados pelo déficit de atenção e hiperatividade podem variar em gravidade de acordo com a criança e a forma como os pais e a Escola lidam com o problema.

Em relação à atenção, a criança apresenta dificuldade em se concentrar nas tarefas que deve realizar e costuma distrair-se com facilidade. Essa dificuldade, no entanto, não significa que ela seja “incapaz” de se concentrar. Em determinadas circunstâncias, pode até fixar sua atenção em uma história que está sendo contada por um adulto ou em algum programa de TV. Na sala de aula, por exemplo, a criança pode inicialmente entender o que deve fazer e começar a tarefa, mas a movimentação do colega ao lado ou um barulho do lado de fora podem fazê-la “perder o fio da meada”, diferentemente do que acontece com outras crianças, que conseguem permanecer atentas ao que estão fazendo.

Controlar impulsos é uma tarefa difícil para todos nós: Quem, por exemplo, já não teve vontade de “pular no pescoço” de alguém que fala algo desagradável? O problema com a criança hiperativa é que ela tem muita dificuldade de se controlar em situações que exigem planejamento, reflexão sobre consequências futuras ou seguimento de regras. Por exemplo, ao jogar bolinha de gude com outras crianças, ela pode não conseguir esperar a sua vez e “atropelar” os colegas. Ao resolver um problema de Matemática, pode não conseguir planejar todos os passos que deve seguir e começar de qualquer forma. Mas, de novo, é importante lembrar: isso não significa que a criança nunca vai conseguir fazer um planejamento ou se controlar diante de dificuldades.

O excesso de atividade motora é o sinal mais característico e conhecido do quadro: A criança tem dificuldades em se manter sentada por muito tempo e, em geral, movimenta-se muito e o tempo todo. Esse exagero pode ocorrer também em relação às emoções, já que muitas crianças com déficit de atenção e hiperatividade costumam ter reações emocionais muito intensas, sejam elas de raiva, alegria ou frustração. Em geral, é o excesso de atividade motora que leva os professores a fazer reclamações quanto aos limites que são dados às crianças.

E, por fim, a dificuldade em lidar com a frustração faz com que a criança desista muito facilmente de seus objetivos. Em outras palavras: Diante de dificuldades para alcançar algo que deseja ou para terminar uma tarefa (por exemplo, um exercício no caderno), a criança acaba não indo até o fim, ainda que os pais ou os professores insistam para que ela tente mais uma vez.

É muito importante identificar corretamente se a criança realmente tem o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) para que ela receba atendimento adequado o mais rápido possível. Em geral, quando a criança apresenta o quadro e não é diagnosticada (e, por consequência, não recebe o atendimento adequado), as suas relações com a família, escola e amigos vão ficando cada vez piores: ela é muito criticada por todos, não consegue se sair bem na escola e os colegas tendem a se afastar. O resultado? Um grande sentimento de incapacidade, dúvida sobre o amor das outras pessoas e uma auto-imagem muito ruim (“eu não sei fazer nada direito mesmo”).

A criança com TDAH não é distraída ou agitada porque quer. Ela se comporta dessa forma porque não consegue ser diferente! Por isso, se você desconfia de que a conduta do seu filho (ou seu aluno) pode ser um sinal de que ele tenha o TDAH, procure um neuropediatra ou um psiquiatra infantil (ou então sugira que os pais da criança façam isso). Esses profissionais poderão fazer o diagnóstico adequado e receitar medicamentos, se for necessário. O trabalho de um psicólogo será necessário para ajudar a criança a lidar com suas dificuldades e com as pessoas com quem convive.

Algumas orientações para lidar com a criança com TDAH:

  • A criança precisa de estruturação. Um ambiente organizado ajudará na organização interna da criança.
  • Nunca dê mais que uma instrução ao mesmo tempo. A criança certamente se esquecerá de alguma coisa.
  • Ao falar com a criança, olhe sempre nos olhos dela. Isso a ajudará a manter a atenção no que você está dizendo.
  • Repita sempre as instruções, pois a criança precisa disso.
  • Na Escola, o professor deve procurar dar tarefas curtas para a criança. Se for longa, é importante tentar dividi-la em tarefas menores para que a criança não tenha a sensação de que é longa demais e que nunca vai terminar tudo aquilo.
  • Sempre valorize as coisas boas que a criança faz e as tarefas que consegue cumprir: ela provavelmente está cansada de saber de suas limitações, mas poucas vezes tem a oportunidade de ouvir sobre suas conquistas.

Espero ter ajudado a minha ex-aluna e sua filha. Caso você queira, entre em contato comigo pelo endereço crcspi@gmail.com e terei um imenso prazer em passar materiais sobre este assunto.

Um grande abraço.

Fiquem com Deus!

Porque o SENHOR repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem.

(Provérbios 3.12)

Fonte de pesquisa para este artigo:

  • Revistas e sites sobre Educação.
  • Carlos Rafael – Renata Cristina – Rosanna Cristina: filhos amados.
  • Experiência própria.

Professor de Matemática e Pedagogo

Carlos Renato de Castro Souza

OBRA DE JOÃO OSCAR, GUARDADA POR ANOS, DEVERÁ SER PUBLICADA PELA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE TERESÓPOLIS

Andre Pinto, filho mais novo do saudoso escritor sanjoanense João Oscar, em contatos com seu amigo de Teresópolis que é Secretário Municipal de Cultura, Wanderley Peres, fez a doação de alguns jornais, encartes e publicações que versam sobre a linda cidade serrana de Teresópolis. Este material que mencionava Teresópolis e sua história, fazia parte do grande acervo historiográfico deixado por João Oscar, em herança para seus filhos e esposa.
Um desses materiais enviados por Andre Pinto, trata-se de um esboço de uma obra chamada "História Documental de Teresópolis" que jamais foi publicada por João Oscar e que ficou oculta nos arquivos pessoais do mesmo. No esboço, consta tanto o prefácio, como capítulos e bibliografia. É uma obra completa que nunca foi editada, disse o Secretário Municipal de Cultura de Teresópolis, Wanderley Peres, manifestando o interesse na publicação. A Secretaria Municipal de Cultura de Teresópolis em manifesto interesse, através do Secretário Municipal de Cultura Wanderley Peres, deseja fazer publicar tão importante obra literária do sanjoaense João Oscar para dar de presente ao povo teresopolitano mais esta importante e referencial obra que servirá para pesquisas históricas da formação da cidade.
Andre Pinto estará em Terersópolis neste próximo dia 05/06 para estreitar os detalhes da doação dos direitos autorais da família, face a mais esta nova obra-prima de João Oscar, oculta involuntariamente no acervo pessoal de João Oscar, e aproveitará para participar da noite de autógrafos de mais um livro a ser publicado por Wanderley Peres, intitulado "SOS Rio Paquequer", rio este que vem a ser afluente de nosso Rio Paraíba do Sul. JustificarFoto: Wanderley Peres - Secretário Municipal de Cultura de Teresópolis - RJ

DEPOIS DE WASHINGTON, AGORA FOI A VEZ DE LISBOA RECEBER AS OBRAS DO ESCRITOR SANJOANENSE JOÃO OSCAR

Biblioteca Nacional de Portugal, em Lisboa.
O próximo dia 06 de junho de 2010 marcará quatro anos do falecimento do escritor, historiador, poeta, romancista, professor universitário, advogado, tabelião, Ex-Secretário Municipal de Educação de São João da Barra e acima de tudo, sanjoanense, o saudoso João Oscar Amaral Pinto. Falecido em 06/06/2006 por causa de uma Acidente Vascular Cerebral (AVC) fulminante, João Oscar deixou para a posteridade grandes obras literárias, muitas delas referências sobre temas como escravidão (Escravidão & Engenhos e A Saga de Um Herói Negro), Biografias (Narcisa Amália e Juventude Vermelha) e historiografias de municípios (de São João da Barra e Teresópolis). A missão de difundir suas obras mais uma vez está sendo cumprida, através do envio de seus livros à bibliotecas importantes, referências tanto nos EUA como agora na Europa. João Oscar acabou de ter recentemente seus livros catalogados na Biblioteca Nacional de Portugal - Lisboa, país referência da literatura mundial por ter produzido grandes clássicos da literatura e de ter Saramago como seu líder, ganhador do prêmio Nobel de Literatura. A entrega de alguns exemplares das obras de João Oscar foi feita por Andre Pinto, que esteve participando de uma missão de gestão pública à cidade de Seixal, onde a direção da respeitada Biblioteca, teve ótma recepção aos mesmos, pela bibliotecária portuguesa, Ana Sabido. Entre estes livros estavam "Juventude Vermelha" e "A Saga de Um Herói Negro". Vale ressaltar que o Município de São João da Barra, através do Governo Carla Machado , propiciou, em 2006, incentivos culturais para a edição de "A Saga de Um Herói Negro", que agora figurará literalmente para toda a Europa, do inesquecível João Oscar. Divulgar nossa cultura é preciso!

TERESÓPOLIS RECEBE FEIRA DO MUNDO MIX NO PRÓXIMO SÁBADO

O famoso Hotel Alpina, da cidade serrana de Teresópolis receberá neste sábado 05/06 e domingo 06/06, a interessante Feira do Mundo Mix, que vende produtos alternativos da moda e do design bem como produtos de decoração para interiores, procedentes de artistas plásticos mundialmente famosos. Vale a pena conferir a feira e ainda saborear um bom vinho, com o aquecimento de uma eficiente lareira, ao som de um jazz inesquecível. Uma outra pedida é visitar a Feirinha do Bairro do Alto. Taí a dica.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

NOTÍCIAS DA IIIª FEIRA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL DA BACIA DE CAMPOS

Palestrantes discutem a economia sustentável e consumo consciente O segundo dia de palestras na III Feira de RSE da Bacia de Campos, que acontece até sexta-feira no Macaé Centro, foi aberta com o painel “Sustentabilidade, RSE e Consumo Consciente”, onde os palestrantes abordaram o papel da mídia e do consumidor nesse processo de transição para a sustentabilidade. A jornalista e editora do suplemento Razão Social, do Globo, Amélia Gonzáles, começou falando sobre a necessidade de ser sustentável e comprar produtos de empresas que atuam no social e ambiental. Ela apresentou uma pesquisa realizada no ano passado pela Market Analysis com 81 brasileiros residentes em nove capitais e o resultado não foi muito animador: 32,5% disseram que algo vai mudar apenas se os consumidores pressionarem as empresas, 22% pesaram em recompensar empresas conscientes comprando seus produtos e 67% não chegaram a pensar nisso. “Ainda estamos muito longe de fazer o que é necessário, de cobrar das empresas uma atitude responsável. Como aquele cara que está no fim da cadeia produtiva vai cobrar isso? Deixando de comprar seus produtos, por exemplo. Mas, no Brasil ainda funciona o valor do produto. Só para se ter uma ideia, quatro bilhões de pessoas pertencem a base social da pirâmide com renda inferior a US$ 1,5 mil por ano. No Brasil, são 140 milhões de pessoas. Para alguns, o microcrédito é uma oportunidade. Portanto, ainda estamos muito longe do ideal”, falou Amélia. Amélia ainda avaliou a demanda social, a importância do consumidor e da mídia nesse processo de mudança. De acordo com ela, uma pesquisa aponta como as pessoas tomam conhecimento do tema de sustentabilidade. “88% pela mídia e 15% pelos relatórios de sustentabilidade. Esse resultado mostra o papel da mídia nesse processo”, falou. O segundo palestrante foi o diretor de Relações Institucionais do Wallmart Brasil, Arilton Rocha de Souza. Ele fez uma breve apresentação da empresa, que está há 15 anos no Brasil, presente em 18 estados e com 80 mil funcionários, e falou dos projetos desenvolvidos pela rede de supermercados visando a sustentabilidade. De acordo com Arilton, até 2013, as lojas da Wallmart serão supridas por energia limpa, 100% dos resíduos serão reaproveitados e terão uma correta destinação, além dos produtos sustentáveis. Hoje, a empresa possui seis unidades e um centro de distribuição ecoeficientes, onde há a redução de 40% no consumo de água, 25% de energia e 30% de redução das emissões de gases do efeito estufa. “Também apoiamos a campanha “Saco é um Lixo”, implementamos o programa de desconto e as sacolas retornáveis. Com isso conseguimos evitar quase o descarte de 140 milhões de sacolas em três anos”, falou. Fechando o ciclo de palestras, a jornalista e membro do Conselho Consultivo do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente, coordenadora da Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh) e co-diretora da Global Leadership Network, Thais Corral, falou sobre a “Educação e Liderança para a Sustentabilidade”. “É importante que os jornalistas abracem esse tema e comunique isso para as pessoas de forma consciente. Mas, como a gente abraça a urgência da questão da sustentabilidade? Esta pergunta venho me fazendo há muitos anos e vejo que outras pessoas também a fazem”, observou Thais, completando que a liderança para a sustentabilidade requer inovação, mas as mudanças não são imediatas. A jornalista falou um pouco sobre o modelo de dominação e o modelo de parceria, uma transição que está ocorrendo. “A liderança da sustentabilidade é o da parceria, não mais do medo e da força das sociedades regidas pelo modelo de dominação”. Segundo Thaís, a proteção ao meio ambiente se torna essencial nessa lidernaça de sustentabilidade e faz parte dos valores centrais cultuados por essa sociedade. “A inteligência coletiva fornece a visão para resolução dos problemas”, alertou. Contribuiu: Erika Enne, por e-mail.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

CORRESPONDENTE DO BLOG DE ANDRE PINTO, FALA DAS PROFISSÕES DO FUTURO

Profissões do futuro

Quais são as novas profissões?

*Carlos Renato - Correspondente do Blog de Andre Pinto, diretamente de Teresópolis - RJ

A incerteza na hora de escolher um curso para prestar vestibular é grande e, na dúvida, o melhor é optar pelos cursos tradicionais, como medicina ou direito, certo? Errado. Fazer uma escolha antes de estar preparado para ela é, no mínimo, uma perda de tempo e dinheiro. Estudar em uma faculdade que não tem nada a ver com você traz decepção e mais incertezas.

O mercado está expandindo as suas áreas e o ideal é ficar de olho e ver se dá pra unir prazer e dinheiro, trocando em miúdos: se o seu curso tem a sua cara e se ele está cotado como um curso rentável do futuro. Novos cursos surgem todos os dias com o propósito de atender demandas do mercado de trabalho por profissionais especializados ou pelo desmembramento de habilitações tradicionais. Algumas novas graduações podem representar boas oportunidades de trabalho.

Dê uma olhada em algumas das muitas profissões e veja se algum te chama a atenção e mereça a sua aplicação e esforço durante 4 ou 5 anos.

Ouvi, filhos, a instrução do pai, e estai atentos para conhecerdes a prudência.

(Provérbios 4.1)

Fonte de pesquisa para este artigo:

  • Revista ISTO É (setembro de 2007).
  • Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares (Ieat) da UFMG.
  • Pai de Carlos Rafael, Renata Cristina e Rosanna Cristina: filhos amados.
  • Experiência própria.

Professor de Matemática e Pedagogo

Carlos Renato de Castro Souza

A IMPORTÂNCIA DA HOSPITALIDADE - NOTA DE AGRADECIMENTO

SOBRE O GUIAMENTO HISTÓRICO E AMBIENTAL DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SEMASP: "A Direção, professores,alunos e funcionários do C.E. Professor Herval de Souza Tavares, agradecem a acolhida e hospitalidade do povo Sanjoanense, aos guias turísticos,estamos encantados com a riqueza cultural de voces, com a limpeza,com a simpatia...com a honestidade a ponto de uma aluna esquecer uma mochila na praça e quando voltamos para buscar estava intacta no mesmo lugar! Aproveitamos para deixar aqui nosso respeito a todos vocês e parabenizar a prefeita Carla Machado pelos relevantes serviços prestados à sua Cidade. Aprendemos muito com vocês. Att Rita de Cassia Viana Calil"

CASA DA CÂMARA E CADEIA É CADA VEZ MAIS PROCURADA POR ESTUDANTES DO MUNICÍPIO PARA PESQUISAS E PROJETOS

'Foto: Andre Pinto fala da questão arquitetônica do Prédio da Casa da Cãmara e Cadeia. Foto de Marco Pacheco - SEMASP
Foto: As grades da cadeia pública resistem ao tempo e são revestidas das mais terríveis "estórias"e histórias das atrocidades vivenciadas pelos presos. Foto de Marco Pacheco - SEMASP
Foto: Eloir Neto e Iran Jr. Uma dupla interessada na história sanjoanense. Foto de Marco Pacheco - SEMASP.
O Projeto "CEAT FAZ CINEMA" está a todo vapor! Hoje pela manhã, os estudantes Eloir Neto e Iran Júnior, ambos do Colégio Estadual Alberto Torres, foram recepcionados por integrantes do Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São João da Barra, nas imediações da Casa da Câmara e Cadeia que está em restauração pela Prefeitura Municipal de São João da Barra em parceria com o IPHAN, onde tiveram uma verdadeira aula "de volta ao tempo" ao Brasil Colônia e Brasil Império. Andre Pinto e Marco Pacheco, conduziram a dupla para conhecer de perto alguns detalhes curiosos da construção bicentenária, que serviu para abrigar tanto os "Homens bons" no segundo andar, onde era a Casa da Câmara como os "homens maus" onde era a prisão, no primeiro piso. Aproveitaram para ver de perto as grossas paredes feitas de óleo de baleia, pedra e cal e ficaram surpresos com o alçapão superior de onde eram arrermessados os presos e revoltosos ao poder constituído da Corôa. Foram passados muitos detalhes históricos como as funções das Casas da Câmara e prisões nas vilas controladas pela Corôa Portuguesa, dos pelourinhos, dos editais, dos impostos e taxas, das varas dos juízes ordinários, juízes de fora, juízes de ofício, juízes de vintena, juízes de órfãos e sucessões e juízes almotacés, além dos detalhes das "telhas feitas nas coxas", moldadas nas coxas dos escravos que também fabricavam, com esforço próprio, os tijolos maciços em prensas artesanais e que demandavam muito sacrifício dos mesmos. Aprenderam também sobre o direito de foro e também souberam do enforcamento em série de 03 escravos assassinos de seu senhor, acontecido em 1851 bem em frente ao prédio histórico. A dupla fez o primeiro contato com a equipe da SEMASP para pedirem auxílio no Projeto de elaboração de um documentário que vai retratar o que foi passado naquele local, além de terem a ideia inicial de promoverem uma espécie de encenação dos maus tratos sofridos pelos presos e degredados. Outra ideia é a de simular o julgamento de um cidadão, imitando , assim as atribuições de um Juiz Ordinário. Será uma ótima oportunidade de se revelarem talentos ,tanto na arte cinematográfica como também na arte da encenação teatral. Com a reinauguração deste maravilhoso espaço, previsto para setembro de 2010, poderemos até promover um ato cênico lembrando a fundação da própria Vila de São João da Praya, com personagens em trajes de época recitando os editais da sacada deste prédio, frisou o estudante Eloir Neto, filho da professora sanjoanense Camille.

SÃO JOÃO DA BARRA PARTICIPARÁ DE FEIRA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São João da Barra participará da IIIª Feira de Responsabilidade Social Empresarial da Bacia de Campos a partir de hoje, 19/05, em Macaé-RJ. Serão vários projetos apresentados pelas secretarias municipais do Governo Carla Machado, que inclusive, foi premiada num grupo seleto de prefeitos do Estado do Rio de Janeiro como Prefeita empreendedora, destaque do SEBRAE. O Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP estará presente apresentando seus projetos, citando como exemplos o "Turismo Pedagógico-Estudo do Meio" e "Caminhos Centíficos do Delta do Rio Paraíba do Sul" e o Espaço da Ciência Maria de Lourdes Coelho Anunciação, apresentará com destaque os projetos "Barca da Ciência" e "Retalhos da Natureza" entre outros.

ONG COCIDAMA ENVIA NOTA DE REPÚDIO PARA A TRANSPOSIÇÃO DO RIO PARAÍBA DO SUL

A ONG COCIDAMA - Comitê de Cidadania e Meio Ambiente de São João da Barra, enviou ontem, na parte da manhã, uma nota de repúdio - para se somar a muitas outras reclamações de ongs ambientais - pela ideia de transposição do Rio Paraíba do Sul, dentro do Estado de São Paulo. A nota de repúdio enviada pela ONG COCIDAMA foi rercebida pelo Deputado Estadual Andre Lazzaroni (PMDB), que promoveu no dia de ontem, às 14 horas, uma Audiência Pública na ALERJ para debater o assunto com a população. A Assessoria de Andre Lazzaroni confirmou a chegada do documento que foi encaminhado, tão logo, para ser lido em plenária. Para Alex Firme, Presidente da ONG COCIDAMA, a iniciativa reforça o trabalho que a ong vem fazendo durante os anos de sua existência, voltados em sua grande parte para recuperação e preservação deste importante curso hídrico. Segundo consta no documento enviado pela ONG COCIDAMA de São João da Barra, houve uma solicitação de realização de Audiência Pública sobre o assunto para acontecer em São João da Barra, onde os componentes da ong vão aguardar uma resposta do nobre deputado, o mais breve o possível.

terça-feira, 18 de maio de 2010

18 DE MAIO - DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS - SÃO JOÃO DA BARRA ESTÁ PRÓXIMO DO SEU

Neste dia 18 de maio de 2010, Dia Internacional dos Museus, São João da Barra foi ao ar, às 19 horas, pelo telejornalismo da TV Record Campos, com a matéria de restauração da Casa da Câmara e Cadeia. Há uma forte tendência para que a Casa da Câmara e Cadeia se torne um belíssimo museu, com todo o requinte dos museus das grandes capitais. Tanto o IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus) como a Secretaria Estadual de Cultura tem aberto diversos editais durante o ano de 2009/2010 para a criação e equipagem de museus no território nacional e especificamente fluminense. Pelas características históricas e arquitetônicas do prédio bicentenário, muitas coisas boas podem ser feitas no local. As ideias estão em ebulição e acreditamos que a Prefeita Carla Machado, além de trazer à tona a restauração do mesmo em parceria com o IPHAN, trará uma grande surpresa para dentro daquele espaço cultural, pois, quem pensa que museu é para ser um local estático, ficará completamente enganado. Aguardemos...

PROJETO "CEAT FAZ CINEMA" MOVIMENTA A CIDADE COM PESQUISAS DE CAMPO

O Projeto "CEAT FAZ CINEMA", uma excelente iniciativa do Observatório humano Mar de Atafona e do grupo "Ocaso", em parceria com o Colégio Estadual Alberto Torres, tem movimentado a cidade com a animação e desenvoltura dos seus estudantes em busca de conhecimento e de produções cinematográficas muito criativas. Vários são os temas abordados e pude contribuir com um grupo de estudantes que buscava informações sobre o mercado municipal de 1902, da antiga rua da banca, que se tornou o Centro Cultural Narcisa Amália. A vida de Narcisa Amália também foi pesquisada. Esse grupo pretende refazer, em cenários, como era o mercado da cidade dentro do pátio do Centro Cultural Narcisa Amália. Será imperdível assistir a esse documentário que deverá ser exibido em setembro na escola. Amanhã, quarta-feira, será a vez de outro grupo pesquisar sobre a Casa da Câmara e Cadeia e creio que a imaginação dos estudantes vai propiciar a criação de um maravilhoso documentário, quem sabe, até com efeitos especiais. O importante disso tudo é que a nova geração está cada vez mais antenada na sétima arte e entendeu que muitos jovens sanjoanenses, como por exemplo a Jéssica Felipe e outros, tiveram classificações junto à programas culturais, como por exemplo a TV Futura, onde a Jéssica acabou fazendo um maravilhoso estágio de um mês. Em breve teremos a estreia do documentário "Depois", da produtora multinacional Nonada Filmes em parceria com a Prefeitura Municipal de São João da Barra, onde esteve no Pontal de Atafona filmando nas ruínas com seus atores. O Filme, mesmo antes da estreia em SJB, já foi selecionado para ser apresentado em Londres, na Inglaterra e versa sobre questões ambientais. SÃO JOÃO DA BARRA - PLANTEL DE JOVENS CINEASTAS!

O ATAFONENSE NANI BLUES PLAYER SERÁ ATRAÇÃO NO 8º FESTIVAL DE JAZZ E BLUES DE RIO DAS OSTRAS

FOTO: Ângelo Nani, que tem seu nome artístico como "Nani Blues Player", vai levar a galera da região dos lagos ao delírio total. Até Evandro Mesquita, da Banda Blitz está de olho no talento do cara! Quem entra no site da Prefeitura de Rio das Ostras (www.riodasostras.r.gov.br) logo se depara com uma chamada do 8º Festival de Jazz e Blues que acontecerá no próximo dia 02 de junho em diante. A felicidade maior é quando nos deparamos com a atração principal daquele evento, que será a expectativa de novas apresentações de Nani Blues Player, que tem sua foto estampada na principal página daquele site - o nosso querido amigo de Atafona e que tem feito sucesso pelo Brasil afora. Para quem quiser presenciar o show de Nani, taí a dica: Sábado – dia 5 às 11 h e 15 mim – Ângelo Nani O gaitista Ângelo Nani é da região Costa do Sol e “caiu na estrada” em 1989. Reconhecido músico de blues e rock, tem no currículo várias participações em eventos ligados ao jazz e blues, inclusive o Ostrascycle – Encontro Internacional de Motociclistas de Rio das Ostras. Nani vai levar à cidade o novo show Encanto da Gaita.
Mais informações no site www.riodasostrasjazzeblues.com
Foto: Evandro Mesquista em dueto com Ângelo Nani no novo Balneário de Atafona, no verão 2010. Foto extraída do Blog do Evandro Mesquita.

CONFORME DIVULGADO ANTERIORMENTE NESTE BLOG, ACIDENTES EM PLATAFORMAS CONTINUAM ACONTECENDO

Do Blog de Roberto Moraes: "Acidente em plataforma deixa quatro feridos na bacia de Campos" "Duas das vítimas estão em estado grave: plataforma era ligada ao grupo de Eike Batista" "Pelo menos quatro pessoas se feriram em um acidente ocorrido na tarde desta segunda-feira (17) na plataforma de exploração de petroléo Ocean Ambassador, na bacia de Campos, no Norte Fluminense. Duas delas estão em estado grave. A plataforma estava sendo operada por uma empresa que presta serviços à OGX, companhia de propriedade do empresário Eike Batista.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

DIGA NÃO À TRANSPOSIÇÃO DO RIO PARAÍBA DO SUL

ESTUDO DE TRANSPOSIÇÃO DO PARAÍBA DO SUL É TEMA DE AUDIÊNCIA

A Comissão de Defesa do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), presidida pelo deputado André Lazaroni (PMDB), realizará audiência pública sobre o rio Paraíba do Sul e um estudo de transposição que vem sendo feito pelo governo de São Paulo. A reunião, que será nesta terça-feira (18/05), às 14h, no auditório Senador Nelson Carneiro, prédio anexo do Palácio Tiradentes, tem como objetivo debater os rumos do projeto e seus possíveis danos à região do Vale Paraíba. “O ex-governador José Serra iniciou um trabalho de identificação de novos mananciais de água para o abastecimento público nos próximos 30 anos. Por conta disso, estaria sendo feito um estudo sobre a transposição do Rio Paraíba do Sul. Diversas entidades do Vale do Paraíba, então, têm se reunido, desde o ano passado, para combater a proposta. Apesar de ser apenas um estudo, a situação tem deixado a população apreensiva, afinal isso atingirá diretamente o crescimento econômico da região, afetando também a produção rural e industrial”, afirmou Lazaroni.
Ascom da Alerj

ESCOLA ESTADUAL HERVAL DE SOUZA TAVARES, DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, PARTICIPOU DE GUIAMENTO HISTÓRICO E AMBIENTAL EM SÃO JOÃO DA BARRA

UMA SEGUNDA-FEIRA DIFERENTE ! O Colégio Estadual Jornalista Herval de Souza Tavares, do Distrito de Vila Nova, em Campos dos Goytacazes, participou de um guiamento turístico, de cunho histórico e ambiental, realizado no município de São João da Barra, nesta segunda-feira, 17/05/2010. Em dois ônibus de turismo, aproximadamente 90 pessoas, entre direção, professores, pessoal de apoio e muitos estudantes secundaristas com faixa etária em torno dos 15 aos 17 anos, foram recepcionados pelo Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São João da Barra, na Praça da Igreja Matriz de São João Batista, por volta das 9 horas e 30 min da manhã, onde houve o início da visitação. Os estudantes do Colégio Estadual Jornalista Herval de Souza Tavares - acompanhados pela Diretora Rita de Cássia Viana Calil e do Professor Edjânio Leal - receberam na chegada, cada um, um "kit turístico" composto de uma sacola para recolher o lixo a ser produzido durante a visitação, um guia turístico de 2010 sobre nossa cidade e um sachê de 10 gramas contendo um protetor solar em parceria com o projeto"Amigos do Sol". A direção do colégio também recebeu 16 exemplares do livro do autor sanjoanense João Oscar, intitulado "A Saga de Um Herói Negro" da Francisco Alves Editora a ser colocado na biblioteca daquela instituição, bem como deverá ser entregue à professores de disciplinas de Português, História e Geografia, alguns exemplares, para serem trabalhados com o estudantes durante o ano letivo. O ROTEIRO O roteiro elaborado pelo Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP promoveu uma saudável caminhada à pé no centro histórico da cidade, onde os estudantes puderam conhecer a Igreja Matriz de São João Batista, o monumento do centenário de aniversário de fundação da cidade, o busto de Joaquim Thomas de Aquino Filho, as decorações das festas do Divino Espírito Santo, o Cais do Imperador que dá vista ao Rio Paraíba do Sul e também dá vistas às torres eólicas de São Francisco do Itabapoana (Gargaú). Em seguida conheceram a história de fundação das Indústrias de Bebidas Joaquim Thomás de Aquino Filho, conheceram o Palácio Cultural Carlos Martins, o Cine Teatro São João, Calçadão Dirceu da Graça Raposo, o Largo Fernando José Martins, As Palmeiras Imperiais, o Paço Municipal, O Canhão da Rainha, o Centro Cultural Narcisa Amália (por fora) entre outros atrativos históricos. UMA AULA AMBIENTAL O funcionário Público Municipal, Luiz Henrique, carinhosamente conhecido como "Lulu", sendo técnico ambiental, levou os estudantes às Ruínas do Pontal onde deu uma pequena aula sobre o processo erosivo de Atafona e as suas consequências atuais e futuras. Além da aula, os estudantes puderam apreciar a bela vista de mar que se formou hoje, além de terem conhecido o Projeto "Caminhos Geológicos" do Departamento de Recursos Minerais - DRM, através de um painel colocado próximo à Pousada Cassino, na mesma localidade, que fala do processo erosivo também. Andre Pinto, Assessor de Planejamento e Gestão Ambiental da SEMASP, também falou de "causos" curiosos acontecidos naquele balneário, como por exemplo a visitação de Chico Xavier ao local, detectando fontes de energias próximas à foz do Rio Paraíba do Sul e também do caso dos "Homens da Máscara de Chumbo", tão amplamente veiculados na Rede Globo no Programa "Linha Direta Justiça", onde os mesmos teriam feito experimentos com explosivos na foz, para fazerem contatos com seres desconhecidos.
A HORA DO RANGO, FOTOS PARA INTERNET E FILMAGENS!
O almoço dos visitantes foi feito em um dos melhores equipamentos turísticos que o município possui, que chama a atenção de todo turista, seja por sua beleza, seja por sua organização: O Novo Balneário de Atafona. Em seguida conheceram a "Casa do Disco Voador", a passarela dos cadeirantes e Lagoa de Iquipari, onde tiveram momentos de lazer, de fotografias e filmagens da natureza e na volta para Atafona, conheceram de perto outro equipamento turístico - pedagógico de excelência, chamado Espaço da Ciência Maria de Lourdes Coelho Anunciação, onde puderam participar de vários experimentos da física e química, além de terem conhecido espécies nativas e exóticas de peixes de diversas bacias hidrográficas do País. O Técnico Ambiental, Marco Pacheco, fez a cobertura fotográfica do evento bem como explanou sobre as lagoas do município e falou do estreitamento de relacionamentos do Núcleo de Educação Ambiental com as escolas municipais de SJB e de municípios vizinhos. O pescador e ambientalista, Adrião Gaiato, funcionário da SEMASP, também falou das espécies de peixes encontradas no mar e nas lagoas de São João da Barra, além de ter conduzido no guiamento, muitos estudantes, que estavam curiosos e com sede de conhecimento. Vai aqui um destaque para os gentis e prestativos motoristas da Esperança Turismo, o Sr. Jovenil e o Sr. Armando. Para o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Marcos Sá, tal iniciativa mostra aos outros municípios, que São João da Barra está procurando fazer o seu "dever de casa" corretamente, difundindo práticas sustentáveis capazes de tranformar para melhor a boa convivência entre o homem e o meio ambiente, pois ambos fazem parte do mesmo meio, além de propiciar aos visitantes a difusão da história de São João da Barra que é rica em detalhes e curiosidades e os equipamentos turísticos-pedagógicos oferecidos Pelo Governo da Prefeita Carla Machado aos visitantes se tornaram cruciais para isso. Obs. As fotos do evento serão publicadas em breve.

sábado, 15 de maio de 2010

SÃO JOÃO DA BARRA E AS FUTURAS PREOCUPAÇÕES DE PLATAFORMAS DE PETRÓLEO EM SUA COSTA

Tenho acompanhado, com preocupação, as ocorrências de afundamentos de plataformas pelo mundo e principalmente no Golfo do México, somando-se agora com o afundamento de uma plataforma da Venezuela, recentemente divulgada na mídia. Fico a imaginar, pelas proporções de vazamentos de manchas de óleo verificadas pela plataforma americana, de controle da British Petroleum, o quanto de dano ambiental o mundo está sofrendo com a perda de boa parte da diversidade da fauna aquática e avifauna do Golfo do México e outras regiões indiretamente afetadas. Quando morei em Miami- EUA, entre 1991 e 1992, pude ver com meus próprios olhos a beleza de Key West (cidade preferida do escritor Ernest Hemingway), que fica a 90 KM de Cuba - pelo mar, o quanto aquele oceano é belo e rico. Não merecia essa poluição nunca! Justificar A minha preocupação aumenta ainda mais em saber que em nossa costa sanjoanense poderemos ter plataformas de petróleo do Bloco BC 26 e BC 27 com aproximação que varia de 42 à 70 KM de distância de nossa zona costeira, ou seja, muito próximas de nós e de nossos atrativos naturais como o Delta do Rio Paraíba do Sul, os manguezais, a restinga e a comunidade pesqueira. Royalties são bons? Claro que são, mas e a questão ambiental? Os planos de contigência devem ser revistos. O que nos aconteceria se houvesse um vazamento nas mesmas proporções ocorridas no Golfo do México? Nas Audiências Públicas de exploração de petróleo no Norte Fluminense em que participei por várias vezes, com alguns colegas de São João da Barra, sempre argumentei essa hipótese de vazamentos e poluição de nosso delta com a incidência das fortes correntes marítimas do nordeste, mas parecia que minha voz ecoava no vazio... Com essas ocorrências, fico triste, mas o que me dá mais motivação, pelo caso concreto do um fato negativo, é saber que eu estava no caminho da argumentação correta por causa desses fatos mundiais, mesmo sem ser engenheiro ou possuir qualquer outra profissão do ramo. Era uma questão óbvia. Acidentes são previsíveis... Espero que a Petrobrás, a OGX, a Shell e outras empresas do ramo estejam tomando como exemplos de prevenção os casos de acidentes que vem ocorrendo com plataformas pelo mundo. Seria muito triste ver o nosso mardourado, rico em iodo, repleto de óleo com muitas espécies mortas, imagem que me remete ao acidente acontecido com a lixívia da Cataguazes Celulose e o Endosulfan da Servatis, ambos no Rio Paraíba do Sul. O Governo Federal, através do ministério do Meio Ambiente e IBAMA, poderia colocar uma condicionante para licenciamentos do Porto do Açu (Bacia de atracação) e das explorações da OGX, no sentido de poder dar abrigo em sua Bacia de atracação de um sistema de contigência de acidentes e vazamentos de óleos de embarcações e de plataformas de petróleo, sendo uma das bases em nosso município. São João da Barra merece um plano de emergência para prováveis catástrofes dessa monta. Ainda fico a questionar os vazios que ficam no subsolo marinho após as explorações, mas isso é assunto para outro dia...

sexta-feira, 14 de maio de 2010

ESTUDANTES DA ESCOLA MUNICIPAL VILA NOVA, DE CAMPOS DOS GOYTACAZES CONHECERÃO ATRATIVOS SANJOANENSES, NESTA SEGUNDA-FEIRA

Na próxima segunda-feira, dia 17/05, das 09 da manhã às 16 horas, aproximadamente oitenta estudantes secundaristas da Escola Municipal de Vila Nova, da vizinha cidade de Campos dos Goytacazes, estarão conhecendo os atrativos históricos e culturais da sede do município sanjoanense e de alguns Distritos como Atafona e Grussaí. A visitação se deve pelo estreitamento de contatos entre o professor Edjânio com o Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São João da Barra para que professores e estudantes possam conhecer o projeto "Turismo Pedagógico - Estudo do Meio", desenvolvido pela municipalidade, no governo Carla Machado, através da SEMASP e SEMEC. Segundo Andre Pinto, um dos guias sanjoanenses cadastrados pela Turisrio e Assessor de Planejamento e Gestão Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São João da Barra, o roteiro constará de visitações aos prédios e pontos históricos como Palácio Cultural, Igreja Matriz de São João Batista, Cais do Imperador, Cine Teatro São João, Canhão da Rainha, Centro Cultural Narcisa Amália, Paço Municipal, Estação das Artes Derly Machado, Colônia de Pesca Z2, Igreja da Penha, Pontal de Atafona, Dunas de Atafona, Espaço da Ciência Maria de Lourdes C. Anunciação, Grussaí e Lagoa de Iquipari, entre outros atrativos.

CEAT FAZ CINEMA : PARCERIA DE MAIS UM PROJETO DO HUMANO MAR ATAFONA PARA REVELAR TALENTOS SANJOANENSES

O seleto grupo do Humano Mar Atafona, está promovendo mais um projeto que vai dar o que falar. Depois do sucesso da realização de várias mostras de cinema ambiental, uma delas em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São João da Barra e de oficinas de cinema no palácio cultural, em nosso município, o Humano Mar Atafona agora implementa uma ação junto ao CEAT - Colégio Estadual Alberto Torres, denominado "O CEAT FAZ CINEMA". Segundo um dos coordenadores do projeto, Carlos Magno, as turmas estarão nos próximos dias realizando filmagens com temas variados a respeito de nossa cidade. Vamos ter ótimas produções e os talentos serão revelados, afirmou o coordenador. O Colégio Estadual Alberto Torres deverá fazer uma mostra, tão logo os estudantes acabem as filmagens e as mesmas sejam devidamente editadas. Vamos aguardar a nova gerão de "Spilbergs" que vem por aí... A Secretaria Estadual de Cultura abrirá, em breve, um edital para criação de salas de cinema. Quem sabe o CEAT não pode figurar com a concorrência neste projeto? Informações no site www.sec.rj.gov.br, no link editais 2010.

sábado, 8 de maio de 2010

FELIZ DIA DAS MÃES AOS INTERNAUTAS

Foto: Cecília Pinto junto aos seus amados filhos, Andre Pinto e Luiz Alberto. Foto: Eloína Gomes Pinto Álbum de família: Andre, Cecília, Stephanye, Maysa, Luiz Alberto , Eloína e Eloisa. AMOR MATERNO Oh, Querida genitora, Tu nunca estais sozinha, Pois tu és nossa protetora, e tens várias bençãos, oh mainha!. És cercada por netas e filhos, Que lhes tem amor profundo, Que rumo tomariam nosso trilhos, Se tu faltasse no mundo? Feliz dia, mãe Cecília! Você é tudo de especial, Pois tudo em ti, és maravilha E o dia de lembrar das mães... é todo dia, afinal! Te amamos! (Andre Pinto - maio 2010)

sexta-feira, 7 de maio de 2010

BLOG DE ANDRE PINTO É INDICADO AO PRÊMIO TOP BLOG, CONCORRENDO COM O TEMA "SUSTENTABILIDADE"

O Blog de Andre Pinto recebeu por e-mail uma indicação para concorrer ao Prêmio Top Blog 2010. O tema escolhido para a concorrência foi o de "sustentabilidade". É a primeira vez que o blog participa de um concurso como este e já deixa o seu editor feliz da vida, só pelo fato de ter sido indicado. Vamos torcer por um bom resultado que será por volta de outubro de 2010! Em breve o blog receberá um selo eletrônico dos organizadores do evento, que será colocado na lateral do blog, para que a população sanjoanense e os amigos de municípios vizinhos, que gostam do site, possam votar no Blog de Andre Pinto. Agradeço desde já.

GUIAS EM TURISMO DE SÃO JOÃO DA BARRA LANÇAM O BLOG "VILA DA PRAIA TUR"

Foi com imensa satisfação que pude ver na net um excelente blog, em fase inicial, dos meus colegas do Curso Técnico em Turismo do antigo CEFET, atual IFF, como Viviane Mendes, Viviane Pacheco, Rita Paes, Wellinton Berto e Jurema Vieira. São profissionais altamente capacitados para o receptivo e emissivo turístico em nosso município, que agora tem mais um espaço para a divulgação de seus trabalhos turísticos, amplamente aceitos pelo trade turístico regional. O grupo tem a expertise de promover viagens dentro e fora do Estado do Rio de Janeiro além de terem ótima parceria com a Esperança Viagens e Turismo. São guias credenciados na Embratur e Turisrio, tanto como guias regionais, nacionais e internacionais. O Presidente do Sindicato dos Guias em Turismo do Rio de Janeiro- SINDEGTUR, Luiz Augusto e a Vice-presidente da ABBTUR, Cida Magalhães, em encontro com Andre Pinto no Rio de Janeiro, na semana retrasada, prometeram visitar São João da Barra para trazerem novidades e palestras sobre a nobre profissão de guia de turismo e os incentivos que o sindicato e a Associação dos Bacharéis em Turismo promovem à classe. Os contatos estão sendo feitos por Andre Pinto para encontros futuros em nossa cidade. Para conhecer mais este grupo de excelentes guias sanjoanenses, basta o internauta acessar o seguinte endereço: www.viladapraiatur.blogspot.com Boas viagens!!!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

BLOG TENTA CONTATO COM FAMÍLIA CHILENA QUE ESTEVE EM SÃO JOÃO DA BARRA PARA FUGIR DOS TERREMOTOS E MAREMOTOS NO CHILE

Família Chilena que esteve em SJB vive novo drama, após sucessivos terremotos de 6.4 graus da escala Richter, acontecidos no Chile. O Blog de Andre Pinto tem buscado, incansavelmente, contatos com a família de Izabele Arraya Soto, que esteve refugiada em nossa querida São João da Barra na casa de alguns parentes. Após notícias que tivemos de novos tremores em 6.4 graus na região do Peru e Chile, ficamos logo preocupados com a situação que deve se encontrar a nossa amiga Isabele e sua família. Os parentes dela, que moram aqui no Brasil, não conseguiram comunicação ainda. Torcemos que não tenha acontecido nada de grave com eles, nossos irmãos da América do Sul.

SÃO JOÃO DA BARRA A CAMINHO DE CRIAÇÃO DE MUSEUS

Foto: Do lado esquerdo: De costas - está Dona Neuza (bibliotecária), Ana Cristina (bibliotecária da Sec. Estadual de Cultura), Luciene Figueiredo (Museóloga da Sec. Estadual de Cultura), Professor Antônio Neves (Secretário Municipal de Comunicação), Wilson de Oliveira (Diretor do Cine Teatro São João) e José Augsto Pieroccini (artista plástico do Palácio Cultural); Do lado Direito: Sr. Ivo (Centro Cultural Narcisa Amália), Perila Rodrigues (Diretora do Centro Cultural Narcisa Amália), Andre Pinto (Guia em Turismo Regional), Vânia Pantoja (Diretora da Estação das Artes Derly Machado), Geraldo "Branco" (Diretor de agremiação carnavalesca) e Bruno Costa (Jornalista)
Sistema Estadual de Museus visita São João da Barra A cultura de São João da Barra vem sendo resgatada na gestão da prefeita Carla Machado. Prédios históricos recuperados, incentivo ao artesanato, aos grupos culturais e qualificação no setor. Para ampliar estas ações, os diversos setores da cultura municipal estiveram reunidos com as representantes do Sistema Estadual de Museus, nesta quarta-feira (05), no Palácio Cultural Carlos Martins, realizando posteriormente um passeio turístico pelo município. Luciene Figueiredo dos Santos, assessora chefe do Sistema Estadual de Museus, e Ana Cristina Ferreira do Vale, gerente do órgão, ficaram encantadas com a riqueza cultural de São João da Barra e pretendem fortalecer o elo com o Estado para fins de inserção de projetos de fomento à cultura. “É um privilégio estar com uma equipe deste nível e comprometida inteiramente com projetos culturais. Como esta estirpe nunca vi.”, referindo-se aos representantes do Cine Teatro São João, Centro Cultural Narciza Amália, Palácio Cultural Carlos Martins, Estação das Artes Derly Machado, guia de turismo, agremiações carnavalescas, que estavam presentes na reunião. As representantes do órgão estadual enfatizaram que o momento é muito bom para cultura e enumerou alguns projetos que podem se tornar realidade a partir de parceria com o governo do estado, tais como: “gestão de documentação de acervo, curso de restauração de documentos antigos, curso de conservação e preservação de documentos, elaboração de projetos via lei Rouanet (federal) e lei de ICMS (estadual), entre outros. Na oportunidade, foi colocado que o município poderá em breve ter o seu primeiro museu e que a assessoria do Sistema Estadual de Museus vai ser de suma importância para a concretização deste projeto. “Podemos buscar junto ao Tribunal de Justiça no Rio acervos da época da escravidão referentes a São João da Barra, podemos criar uma lei de tombamento imaterial, podemos qualificar os funcionários de carreira no setor de museologia, mostrando que temos todo o perfil e estrutura para a instalação de um ou mais museus”, ressalta André Pinto, um dos representantes da municipalidade na reunião, que recentemente participou da 1ª edição da Oficina Museus e Turismo, do Programa de Qualificação dos Museus para o Turismo, no Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro. * Por Bruno Costa

terça-feira, 4 de maio de 2010

PALESTRA SOBRE LAGOA DO SALGADO, PARA ESTUDANTES, LOTA AUDITÓRIO EM MATO ESCURO

Foto: Um técnico ambiental, um pescador e um historiador. Um ótimo motivo para se falar da Lagoado Salgado , na própria lagoa! Crédito da foto: Walmir Lopes Baldino.
A NOSSA PEDRA PRECIOSA O Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP proferiu uma palestra muito interessante, nesta segunda-feira, 03 de maio de 2010. Tratou-se de um tema que fala da única lagoa da América do Sul que tem ocorrências científicas ímpares e que está localizada, em grande parte, no território sanjoanense - a Lagoa do Salgado ou Salgada. A Lagoa do Salgado está em processo de tombamento como patrimônio mundial da humanidade, pelaUNESCO. A PALESTRA À convite da direção da Escola Municipal José Alves Barreto, em Mato Escuro, 5º Distrito de São João da Barra, a equipe do Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP proferiu, em um auditório privado, cedido gentilmente por um comerciante local, uma de suas melhores palestras já dadas para um público jovem e atento, com aproximadamente 100 estudantes. Estavam presentes também os professores da referida escola, entre eles, o Professor Sérgio, Rita, Márcia e Lucimara, entre o pessoal de apoio - que tanto contribuiu na logística do evento. Com uma duração de aproximadamente 40 minutos, o palestrante Andre Pinto, abordou desde a história da descoberta da Lagoa pelos Sete Capitães, como também dados geográficos, curiosidades, estudos desenvolvidos na mesma, o material encontrado no sítio geopaleontológico e as lendas que chamaram muita a atenção dos presentes. Entre as lendas ouvidas por Andre Pinto e repassadas aos estudantes, estão a do "Buraco do Boi", a "Espuma Que Pega Fogo", "A curva de Mato Escuro que tem uma assombração", "As luzes do fundo da lagoa que aparecem à noite", "A canoa Assombrada", "A grande fumaça branca", entre outras "estórias" que também foram confirmadas pelos estudantes daquela escola que fica no entorno da referida lagoa. Na palestra, os estudantes puderam passar de mão em mão as amostras de estromatólitos carbonáticos, aguçando ainda mais a curiosidade de todos. Para Marco Pacheco, Técnico em Meio Ambiente da SEMASP e um dos membros do Núcleo de Educação Ambiental, a iniciativa de se falar da Lagoa do Salgado nas escolas do entorno desse importante atrativo natural da humanidade, reforça a questão do conhecimento e preservação por parte das comunidades do entorno, além de poder gerar, no futuro, uma renda sustentável , através de guiamentos feitos pelos próprios moradores. O Secretário Municipal de Meio Ambiente, Marcos Sá, tem dado todo o incentivo à realização das palestras e destaca que muito em breve o entorno da Lagoa do Salgado estará com sua demarcação de faixa marginal de proteção concretizada, com o apoio do INEA, que pretende também incluí-la como unidade de conservação, com a modalidade ainda a ser estudada com a comunidade, através de audiências públicas. A Diretora da Escola Municipal José Alves Barreto, Claudia Oliveira, por motivo de tratamentos médicos, não pode estar ao evento , mas participou dias atrás do Projeto "Caminhos Científicos do Delta do Rio Paraíba do Sul" da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e outros parceiros e já teve a notícia de que a palestra da Lagoa do Salgado, ontem, foi um verdadeiro sucesso. PRÓXIMA ETAPA Segundo o Sub-Secretário de Meio Ambiente, Alex Firme, o Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP, num segundo momento, levará os estudantes para uma visita de campo à Lagoa do Salgado (que deverá estar mais seca), onde terão mais uma aula - ao ar livre - para coletarem amostras da água da lagoa, conhecerem "in loco" o sítio geopaleontológico, e descobrirem pequenos fósseis como ostracóides, gastropodes e algas calcificadas que tem mais ou menos 5.000 anos de existência. Toda essa atividade faz parte do Projeto "Turismo Pedagógico - Estudo do Meio", desenvolvido pela SEMASP em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Agricultura, onde os agendamentos poderão ser feitos no tel: (22) 99160258 ou pelo e-mail: anlupinto@gmail.com. , com Andre Pinto.

domingo, 2 de maio de 2010

TURISMO DE BASE COMUNITÁRIA: SERIA UMA ALTERNATIVA PARA PRESERVAÇÃO DOS NOSSOS MANGUEZAIS ?

PROJETO SERIA IDEAL PARA A FOZ DO RIO PARAÍBA DO SUL Ecobase: embarque pelo mangue da Ilha das Caieiras Projeto formará 30 condutores de Ecoturismo para guiar turistas pela diversidade e riqueza do mangue da Ilha das Caieiras, em Vitória (ES) Brasília (DF) – Um manguezal urbano a 30 minutos de Vitória (ES). Uma comunidade de pescadores, centro da gastronomia típica capixaba, traduzida pelas mãos das Desfiadeiras de Siri, que abastecem o mercado local de mariscos. Um paraíso chamado Ilha das Caieiras, em Vitória (ES), é o palco do projeto Ecobase, parceria entre o Ministério do Turismo (MTur) e o Instituto Capixaba de Ecoturismo (ICE), que visa à qualificação de condutores de ecoturismo com base na preservação e educação ambiental. Na ilha, encontra-se a unidade de conservação Estação Ecológica do Lameirão, que preserva o ecossistema de manguezal. A ideia é qualificar jovens locais para conduzirem turistas, em barcos, pela Rota Manguezal, que será formatada pelos moradores da região. Ao todo, 30 jovens entre filhos de pescadores e proprietários de empreendimentos locais participarão do projeto. O curso seguirá instrução normativa do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que define normas e procedimentos para prestação de serviços, por condutores de visitantes e turismo, em Unidades de Conservação Federais. A previsão é que o curso comece em 3 de maio. O curso está entre as cinco etapas do projeto. A primeira é a instalação da Ecobase, espaço para desenvolvimento das atividades do projeto, onde funcionará também o centro de educação ambiental da comunidade. Na sequência, será realizado o curso de formação de condutores locais de Ecoturismo. O projeto envolve, ainda, a elaboração de roteiro e organização dos serviços; a formação de Comitê Comunitário de Turismo Sustentável, para debater as políticas públicas para o fomento do turismo na comunidade; e divulgação e venda do produto formatado por meio de parcerias com agências de turismo locais e dos principais destinos emissores. Segundo o coordenador do projeto, Felipe Ramaldes, a ideia é estabelecer, a partir de passeios no manguezal conduzidos pela comunidade, uma rede de serviços que agregue a culinária local, o artesanato e apresentações culturais. “Assim, será possível estabelecer uma forma alternativa de complementação da renda familiar, por meio do aproveitamento do recurso natural, e resignificação da percepção da identidade pesqueira”, destaca. Ramaldes ressalta, ainda, que o projeto será uma oportunidade de elevar da auto-estima da comunidade e contribuir para o respeito ao meio ambiente.O Ecobase está entre os 50 projetos de Turismo de Base Comunitária apoiados pelo MTur, conforme edital 001/2008 de apoio às iniciativas de Turismo de Base Comunitária. “O projeto, além de aproveitar o potencial natural da região, busca a estruturação de um produto turístico diferenciado, com base na sustentabilidade ambiental, econômica e social. Além disso, pretende criar alternativas para que o turismo se consolide como fonte de geração de renda para a população local. Turismo desenvolvido pela e para a comunidade, que deverá ser a principal beneficiada pelo desenvolvimento da atividade turística”, ressalta a coordenadora-geral de Projetos de Estruturação do Turismo em Áreas Priorizadas, Kátia Silva. Fonte: ASCOM/ Mtur

RÁDIO "UM NOVO TEMPO" TROUXE , NESTE DOMINGO, IMPORTANTE DEBATE SOBRE OS IMPACTOS DA HIDRELÉTRICA DE BELO MONTE

A rádio "Um Novo Tempo" FM, trouxe em sua programação intitulada "Almanaque", neste domingo, às 12 horas e 20 minutos, um ótimo debate sobre os impactos positivos e negativos da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, na Amazônia. Sendo um empreendimento previsto no PAC - Plano de Aceleração do Crescimento em nível nacional, este projeto tem gerado muita polêmica pela insuficiência de estudos mais aprofundados sobre os impactos em vários setores, principalmente os ambientais e os que irão atingir as comunidades indígenas ribeirinhas. O Professor Nahur Neves - mestrado em zootecnia e professor da UNESP- convidado pelo programa, falou de nossa matriz energética e os problemas de usinas hidrelétricas com as imensas áreas inundáveis. Mesmo assim, o Professor Naur falou que as usinas hidrelétricas ainda são as fontes de energia mais limpas que existem atualmente, mas há a necessidade de maiores estudos quanto ao rio Xingu e as comunidades ribeirinhas, que devem ser devidamente indenizadas. Quem ouviu o programa, com certeza, saiu um pouco mais enriquecido de saberes sobre a questão energética e ambiental do Brasil.

CONSELHO MUNICIPAL DE DEFESA CIVIL DE SÃO JOÃO DA BARRA FARÁ REUNIÃO ITINERANTE NA PRAIA DO AÇU

O Conselho Municipal de Defesa Civil de São João da Barra tem participado efetivamente de seus trabalhos juntamente com as comunidades sanjoanenses. Em 06 de abril de 2010 houve uma reunião itinerante na Associação dos Moradores da Ilha de Grussaí - AMIG, onde a população pode apresentar sugestões e alternativas para a melhoria do bairro. Agora será a vez da AMPRAÇU - Associação de Moradores da Praia do Açu. A reunião será no dia 04 de maio próximo, às 10 horas da manhã, no salão da mesma associação. Contamos com a presença de todos.

JORNAL QUOTIDIANO PRESTES A CIRCULAR NA CIDADE NOS PRÓXIMOS DIAS

Em poucos dias, estaremos com o "Jornal Quotidiano" em nossas mãos. O Jornal, de responsabilidade do jovem jornalista Bruno Costa, já está na gráfica rodando suas páginas. Segundo Bruno, esta edição trará muito mais novidades sobre a nossa querida São João da Barra. Aguardemos com satisfação esta edição histórica!

SÃO JOÃO DA BARRA USA FERRAMENTAS ESTRATÉGICAS PARA O COMBATE DA DENGUE EM SEU TERRITÓRIO

Foto: Aeródromo de São João da Barra, inaugurado em abril de 2010. Crédito da foto: Pascoal Berto.
Foto: Aeródromo de São João da Barra. Crédito da foto: Pascoal Berto.
Foto: Uma área vulnerável vista do alto. Crédito da foto: SECOM/PMSJB.
Foto: A Prefeita Carla Machado verifica o mapeamento de pontos vulneráveis do município com auxílio do piloto/promotor público Dr. Marcelo Lessa. Crédito da foto: SECOM/PMSJB
A Prefeitura Municipal de São João da Barra vem utilizando ferramentas importantes para o combate aos focos da dengue no seu território. Com parcerias junto ao aeroclube local, utiliza o seu aeródromo, recém inaugurado, para promover vôos sobre a cidade no intuito de se identificarem pontos vulneráveis. Parabéns aos envolvidos no processo. Vamos fazer a nossa parte também.

sábado, 1 de maio de 2010

NOVAMENTE, BLOG DE ANDRE PINTO AUXILIA EM DADOS E PESQUISAS PARA ESTUDANTES DE MESTRADO

Foto: Andre Pinto em um dos guiamentos feitos ao representante da UN-Habittat, Mr. Nicolas You, em São João da Barra. Crédito da foto: Alex Firme.
Desde a criação deste blog, em 2007, tenho recebido, com satisfação, vários e-mails de acadêmicos formados em várias áreas do conhecimento, que estão realizando teses de mestrado e doutorado com temas voltados ao nosso município de São João da Barra, município este, que está em amplo processo de transformação e está sendo até monitorado pela UN-HABITTAT, órgão ligado à ONU que faz a gestão do Programa das 100 cidades. O Município de São João da Barra chegou até a receber a ilustre visita do representante da UN-Habittat, Mr. Nicolas You, semanas atrás e ele pode dar sugestões importantes para a questão urbanística e de qualidade de vida para nosso território. O mais recente e-mail que recebi foi de um estudante de mestrado em Sociologia da UENF e que deseja voltar o seu trabalho para os impactos positivos e negativos que a região Noroeste irá sofrer com o desenvolvimento do porto sanjoanense. Eis o e-mail:
"Saudações André Pinto,
Me chamo José Henrique Mendes e sou aluno do programa de mestrado em Sociologia da UENF. Consegui o seu contato por meio de minha colega de turma, Analice Cardoso moradora de SJB, que me passou seu email. O motivo deste é fazer uma solicitação para marcar dia e horário para que possamos ter um bate papo informal a respeito da cidade de São João da Barra e sua atual fase de transformação com a chegada do Porto do Açu. Pretendo desenvolver uma pesquisa aqui no Noroeste que tente dar um panorama das transformações econômicas que estão sendo levadas em curso e também suas possíveis modificações para o futuro. Desta forma gostaria de inicialmente ter uma conversa informal com você sobre temas relacionados a história de São João da Barra e seus aspectos gerais. Gostaria de saber de sua disponibilidade em me atender para que, se possível, possamos marcar dia e hora para uma conversa. Att. José Henrique"

CONSCIÊNCIA AMPLA PLANTA E DOA MUDAS PARA O MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA BARRA

Projeto incentiva o plantio de árvores em São João da Barra Ipê roxo, aroeira, figueira e cedro rosa são algumas das 30 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica que, a partir desta quinta-feira (29), passaram a compor o cenário na área externa do Ciep Municipalizado Cladys Teixeira, no centro de São João da Barra. O plantio foi feito por 30 alunos da unidade escolar por meio do projeto Consciência Ampla sobre rodas, desenvolvido pela concessionária de energia elétrica Ampla e que atou em parceria com as secretarias municipais de Educação e Cultura e de Meio Ambiente. No município desde segunda-feira (26) e encerrando os trabalhos nesta sexta-feira (30), o projeto, em atividade pelo segundo ano consecutivo, deverá percorrer 30 municípios do estado do Rio de Janeiro em 2010 e tem por objetivo conscientizar estudantes e população em geral sobre o consumo e mostrar, através de palestras e maquetes, todo processo de produção e distribuição de energia elétrica. O plantio de árvore, além de incentivar os alunos a desenvolver questões ambientais, simboliza também uma compensação pelo volume de gás carbônico emitido pelo projeto enquanto esteve no município. — É uma iniciativa importante para conscientizar no âmbito da educação ambiental. Ao mesmo tempo mostra que as empresas geradoras de energia estão cada vez mais imbuídas nas questões de compensação ambiental e nas neutralizações de emissão de gás carbônico através do plantio de árvores nativas — destacou André Pinto, assessor de planejamento e gestão da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Estudante do quinto ano do ensino fundamental, Matheus Abreu Cravo, 10 anos, teve sua primeira oportunidade de plantar uma árvore, da espécie aroeira preta. “Sei que é uma árvore muito importante. Por ter um tio jardineiro, tenho noção de como é feito para plantar, só que nunca havia vivido essa experiência, que foi muito legal. Vou procurar incentivar meus colegas a um dia fazer o mesmo”. Cálculos da coordenação apontam para um número superior mil pessoas nas visitações durante os cinco dias do projeto. “Destaco a iniciativa como muito importante e que levou conscientização sobre consumo aos nossos estudantes e à população. Destaco também ao plantio de espécies nativas da Mata Atlântica, que desperta a consciência em relação ao meio ambiente nos estudantes”, destacou Ana Cristina Alves Barreto, subsecretária de Educação de São João da Barra. Obs. No final do evento a Ampla doou mais 30 mudas de mata atlântica para o Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE SÃO JOÃO DA BARRA DEBATEU CONSUMO SUSTENTÁVEL EM CONCHA 1

Nesta última sexta-feira do mês de abril, o Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP proferiu uma importante palestra na Escola Municipal de Concha I sobre o tema "Consumo Sustentável". Os estudantes da rede pública municipal de ensino tiveram a chance de debaterem com os educadores ambientais, as práticas corretas do consumo e o seu descarte consciente. Os famosos 3 "R´s" foram apresentados, como reduzir, reutilizar e reciclar. Na oportunidade, estavam presentes os Técnicos em Meio Ambiente Luiz Henrique "Lulu" e Marco Pacheco, além da bióloga Viviane Gonçalves, todos da SEMASP. As visitações se estenderão para outras escolas públicas municipais e os contatos estão sendo feitos através do e-mail do nosso amigo Marco Pacheco, no seguinte endereço : marcoampacheco@gmail.com

PALESTRA SOBRE LAGOA DO SALGADO - PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE, ACONTECERÁ EM MATO ESCURO, NESTA SEGUNDA-FEIRA

Foto: Muitas experiências são feitas na Lagoa do Salgado - um Patrimônio Geopaleontológico da Humanidade, pelo Projeto "Turismo Pedagógico - Estudo do Meio", desenvolvido pelo Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP
O Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos de São João da Barra vai proferir, nesta segunda-feira, 03/05, na Escola Municipal José Alves Barreto, em Mato Escuro, 5º distrito de São João da Barra, mais uma palestra sobre a "Lagoa do Salgado - Patrimônio Geopaleontológico da Humanidade" em processo de tombamento pela UNESCO. O palestrante, Andre Pinto - que é Guia em Turismo Regional cadastrado pela Turisrio e que também fez parte da equipe do Professor Gilberto Pessanha, da UFF, para guiamentos científicos na Lagoa do Salgado e monitoramentos do processo erosivo costeiro - apresentará aos estudantes e professores, junto com os companheiros do Núcleo de Educação Ambiental, slides com fotos e informações curiosas sobre a referida lagoa, além de contar alguns "causos" misteriosos que aconteceram e ainda aparecem por lá. A equipe também levará algumas amostras de estromatólitos carbonáticos, que são formações calcárias únicas na América Latina, que são também, objeto de estudos de cientistas do mundo todo, tendo uma ligação com a origem da formação do planeta terra. A palestra está marcada para começar às 9 horas da manhã e o auditório privado da localidade, cedido gentilmente por um comerciante local, deverá estar com aproximadamente 100 estudantes de várias turmas. Nas próximas semanas, haverá a saída de campo rumo à Lagoa do Salgado, completando o projeto em andamento denominado "Turismo Pedagógico - Estudo do Meio", desenvolvido pelo Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP. A Escola José Alves Barreto, recebeu no mês passado a palestra "Educação Patrimonial", da LLX em parceria com a UERJ e IPHAN, que visa orientar a comunidade sobre a importância de preservação de sítios arqueológicos locais, entre outras medidas. Também participou do Projeto "Caminhos Científicos do Delta do Rio Paraíba do Sul", do Núcleo de Educação Ambiental da SEMASP. Os estudantes daquela escola são 100% interessados! Parabéns Diretora Claudia Oliveira e professores!