terça-feira, 31 de agosto de 2010

RARIDADE - RÉPLICA DE MAPA DO SÉCULO XVII - DO ACERVO DE ANDRE PINTO - MOSTRA PROVÁVEL SAÍDA DO RIO PARAÍBA PELO AÇU

Foto 1: Mapa ampliado onde pode-se ver a curvatura do Cabo de São Tomé, em Campos dos Goytacazes. Foto 2: Mapa menos ampliado. Foto 3: Todo o mapa.
Os historiadores da região Norte Fluminense são taxativos quando afirmam que a primeira foz do Rio Paraíba do Sul era pelo Rio Iguassú, hoje, Lagoa do Açu. Até então, as pessoas nunca tinham visto um mapa que pudesse, ao menos, indicar esta tese. Pois aí está! Uma réplica do mapa de Vaz Dourado, do Século XVII de meu acervo, onde o original está na Biblioteca Nacional de Lisboa, para servir de pesquisas para cartógrafos e outros estudiosos. À disposição!

CORRESPONDENTE DO BLOG DE ANDRE PINTO, DIRETO DO NORDESTE, FALA DA MATÉRIA DO "FANTÁSTICO" SOBRE A EROSÃO COSTEIRA

Foto: O engenheiro Marco Lyra em I Seminário Nacional de Processo Erosivo Costeiro, promovido pelo Parlamento de Pernambuco. Foto: extraída da internet.
O engenheiro Marco Lyra, que é correspondente do Blog de Andre Pinto - com notícias do Nordeste, especialista em dinâmica costeira e com um histórico de sucesso no combate ao processo erosivo de algumas famosas praias do Nordeste, me enviou um e-mail, depois que assistiu a matéria do Fantástico, exibida neste domingo último, sobre os avanços e recuos do mar na costa brasileira:
"Olá André!
Assisti ontem a reportagem do Fantástico com a reporter M. Ferrão. Algumas imagens apresentadas foram da Barra Nova onde construímos o Dissipador de Energia Bagwall. Lamentavelmente não mostraram as obras que deram certo no litoral de Alagoas.
Continuarei semeando aos poucos a idéia de que sem avaliação do custo-benefício das obras de defesa costeira, muitos erros ainda serão cometidos. Essa oportunidade de divulgar a solução do uso do Bagwall em eventos como o que vocês pretendem realizar agora em setembro, é muito importante para levar boa informação para a população e também esperança em dias melhores.
Um abraço.
Marco Lyra"

Assista ao vídeo acima, onde o Prefeito de Caucaia - CE, investiu na construção do Bagwall, (um dissipador de energia das ondas) que já foi construído em outras praias nordestinas e tem servido como bom indicador na eficácia do combate ao processo erosivo costeiro. É uma matéria da TV Verde Mares, feita em 27/08/2010, bem recente!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

CRÍTICA TEATRAL - COM TODAS AS PALAVRAS

Foto: As atrizes Ana Carolina Berto e Raquel Cunha, no palco dos simétricos e misteriosos "puffs" confidentes. Crédito da foto: Luan Abreu - Designer Gráfico sanjoanense

COM TODAS AS PALAVRAS...

Não há críticas, há elogios!

* Andre Pinto

Fui, orgulhosamente, na pré-estreia do teatro musical "Com Todas as Palavras", neste domingo, no Cine Teatro São João, com minha esposa Maysa, que também tem nome de inesquecível cantora - e que já virou até mini série da Rede Globo. Antes mesmo da sessão, já estávamos ansiosos para entrarmos no clima da apresentação que iríamos ver, tão esperada por nós, podemos dizer assim.

Já na recepção do centenário Teatro da cidade, o clima de romantismo começava a ser desvendado através de um lindo banner - com destaque em vermelho paixão - estirado acima do vão central da entrada do anfiteatro com as imagens cenográficas das duas jovens atrizes sanjoanenses, Ana Carolina Berto e Raquel Cunha, em pleno momento - imortalizado nas lentes de Luan Abreu - de delírios e devaneios apaixonados, com os corações latentes tão qual uma represa que se rompe e inunda tudo e todos!

Tomaram-se uns cafészinhos aromatizados com canela, bem arrumados numa mesa da entrada do Cine Teatro. Do sabor, disseram ser afrodizíaco. Realmente funciona! Havia esquentado ainda mais os nossos corações. Também serviram umas balinhas de canela, para deixarem os casais com aquele hálitozinho de "coala - que só come folhas de eucalipto", prontos para um apaixonado beijo, no escurinho do cinema. Tudo bem pensado!

Ah!, as cadeiras clássicas de forro de palhão, na recepção, também pareciam estar mais confortáveis ontem à noite, para os convidados especiais da pré-estreia. Uma iluminação à meia luz dava o tom do ambiente nostálgico e confidente. As pessoas iam chegando aos sussurros. Os casais ficaram espalhados nas poltronas "do meio para o fim", para terem maior visão da peça, ou para serem menos vistos.

Toca-se a campanhia. apagam-se as luzes. Jaz o completo silêncio. Abrem-se as cortinas, vagarosamente. Começa o teatro musical. A sensação, em princípio, era a de estar num estúdio da antiga Rádio Nacional do Rio de Janeiro. De um lado do palco uma bela flautista, de outro um competente violonista, no centro do palco, as musas! Quão musas quanto divas! Que vozes! Que dueto, que duelo! Ora se completavam, ora se enfrentavam em timbres de vozes marcantes! O público delirou!

O cenário, tudo de imaginativo. A sensibilidade das cores preta e branca, tanto dos vestidos das musas quanto dos módulos (puffs quadrados), ora se sobressaíam , ora se escondiam no jogo sagaz da iluminação da competente empresa sanjoanense, Telaviva. As várias arrumações dos módulos (puffs) de palco feitas pelas atrizes Ana Carolina Berto e Raquel Cunha, imitavam, com perfeito simbolismo e simetria, as turbulências, experiências, sentimentos, emoções, êxitos e fracassos das vidas amorosas das duas personagens, relatadas sem cortes ou censuras! Muito inteligente mesmo! Nem se falam, das cartas lidas na escrivaninha, no escurinho secreto do quarto!

As duas faces do branco e preto . Uma passional, romântica, melancólica, sonhadora, iludida, nostálgica. A outra, humorista, realista, sem vergonha, sacana, audaciosa e acima de tudo, para frente do seu tempo! O Preto instiga: - Para quê escrever nas pedras se podemos escrever nas areias? O Branco Reposnde: - Façamos nossas escolhas sejam quais forem, mas nos arrependamos depois!

Com poses bem marcantes e frases filosóficas, desde gestos de cantoras de sucesso até posições esculturais de pensadores da antiga Grécia, a desenvoltura das musas do "moderno Olimpo" eram delineadas pelos flashes de luzes e flashes de pensamentos, ora claros, ora obscuros. Faziam parte do jogo da vida, claro!

O texto de Silvano Motta - meu colega de Curso de Turismo do IFF - foi envolvente, maduro, cativante, triste, marcante, feliz, sacana e em alguns momentos até despertador do mais puro libido, ao estilo mesmo do Nelson Rodrigues - Cafajeste!. Era proibido reprimir sentimentos! Tabus e preconceitos, nem pensar! Silvano Motta, com o seu texto, mostrou-se um apaixonado! Um apaixonado realista! - Ele puxa o tapete, te tomba, mas ao mesmo tempo te dá o antídoto, o remédio que lhe tira a dor da queda! você chora e sorri na velocidade de um avião à jato! Você vive a cena com as atrizes!

As taças de vinho branco refletiam em cena os brilhos das jovens atrizes, que degustavam, em pequenas doses homeopáticas, o mais doce licor de um amor achado numa noitada e o mais puro veneno da paixão não compreendida!. O preto e o branco não são por acaso do destino. o Branco traduz a inocência, esperança, amor puro. O preto é o amor sacana, de tirar proveito, de colocar dúvidas no relacionamento. As vozes, se fossem vistas, seriam alvi-negras, assim como um chocolate amargo recebe uma calda de chocolate açucarado - ao leite, e, se complementam num delicioso sabor de emoções!

As músicas tocadas ao som da mágica flauta de Rafaela Carvalho, levaram os presentes ao mais nostálgico dos encantamentos, tal qual um indiano, através da hipnose, conquista a sua naja venenosa!. O violão, trazia um som de fundo nos ápices dos diálogos mais fervorosos e parecia acompanhar os batimentos dos corações palpitantes da cena, através do músico J.G., um discípulo da boa música, um bossa-nova de primeira!

Em momentos de grande frisson no "palco das ilusões", contradições e prazeres revividos, por imensa coincidência, lá da rua, soltaram fogos! Talvez fossem os corações das atrizes apaixonadas que estavam em pleno momento de "pirofagia romântica", acreditaram os presentes ao espetáculo vermelho paixão! Tudo deu certo mesmo!

Saímos anestesiados da peça. Um relax só! Quem não viu ainda, terá a chance de retomar aquele romantismo perdido, reaquecendo por sua vez, aquele "coração fornalha" que só precisa de uma fagulha para incendiar aquele refúgio íntimo e implícito de amor e paixão, com todas as palavras...

*Andre Pinto - Já foi professor do Curso Técnico de Formação de Atores (SENAC) em São João da Barra, na disciplina de Meio Ambiente e participou de várias peças teatrais no município de São João da Barra .

Obs. Um parabéns especial às famílias Berto e Cunha, por serem berços de grande talentos de nossa querida São João da Barra!.

Elenco:

Ana Carolina Berto

Raquel Cunha

Violão: J.G.

Flauta: Rafaela Carvalho

Ficha Técnica

Direção/ Ambientação/Texto: Silvano Motta

Direção Musical: Antônio Carlos Dias

Arranjo: Pedrosa Barrozo

Figurino: Carol Lobato

Costura: Marizete Motta

Maquiagem: Suellen Sena

Fotos / Vídeos: Luan Abreu e Francielle França

Design Gráfico: Ana Carolina Berto e Vito Diniz

Design de Luz: Gleyton Rodrigues

Iluminação/Som: Telaviva

Equipe técnica Espetáculo:

Apoio: Ana Lena Oliveira, Artur Júnior Almeida, Julia Albinante, Mayck Nyckson Ribeiro e Thayná Freitas

Bilheteria / Revisão de texto: Jurema vieira

Cenotécnica / Serviços Gerais: Eduardo Lopes

Coordenadoria de Palco / Camarins: Carolina Carvalho

Coordenação de som/Luz: Rodolfo amaral

Captação de apoio: Saullo Oliveira

Executivo: douglas soares, Jhonatan Martins e Paola Martinez

Produção: A.C.T "Nós na Rua".

domingo, 29 de agosto de 2010

COMO AS NORMAS DA NBR ISO CHEGARAM À SÃO JOÃO DA BARRA?

Foto: O consultor Antônio Carlos Dias Pereira concedeu entrevista ao Blog de Andre Pinto sobre os Sistemas de Gestão das empresas TTE e Indústrias de Bebidas Joaquim Thomás de Aquino Filho, ambas de São João da Barra. Crédito da foto: Roberta -TTE. Na foto: Antônio Carlos, Andre Pinto e o gestor da TTE, Leonardo Constant.
SÃO JOÃO DA BARRA COM EMPRESAS SUSTENTÁVEIS
A INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION (ISO) é uma instituição formada por órgãos internacionais den normalização criada em 1947, com o objetivo de desenvolver a normalização e atividads relacionadas para facilitar as trocas de bens e serviços no mercado internacional e a cooperação entre os países nas esferas científicas, tecnológicas e produtivas. Após a criação da norma BS 7750, em 1992, diversas outras normas sobre SGA (Sistemas de Gestão Ambiental) foram elaboradas por órgãos de normalização de outros países, por exemplo, o EMAS na União Europeia em 1993, a norma CSA Z750 de 1994 no Canadá e a UNE 77801 na Espanha, nesse mesmo ano. Antecipando os problemas decorrentes da proliferação de normas sobre SGA, que poderiam funcionar como obstáculos ao comércio internacional, a ISO criou em 1991 um grupo de assessoria denominado Strategic Advisory Group on The Environment (SAGE), para estudar os impactos dessas normas ambientais sobre o comércio internacional. Ao final de 1992, a SAGE recomendou a criação de um comitê específico para a elaboração de normas sobre gestão ambiental.
A NORMA NBR ISO DA FAMÍLIA 14.000
Sabemos agora que as Indústrias de Bebidas Joaquim Thomás de Aquino estão à pleno vapor no que se referem a implementação do SGA NBR ISO 14.001. Mas como surgiu esta norma no mundo empresarial?
As normas que integram a família ISO 14000 começaram a ser elaboradas em 1993 pelo comitê técnico 207 (TC 207) e seus subcomitês (SC) e os grupos de trabalho (WG - work groups). Cada subcomitê é independente e administrado por uma entidade nacional de normalização membro da ISO. Para desenvolverem suas atividades, o TC 207 e seus subcomitês interagem com os outros comitês técnicos da ISO que estão realizando trabalhos de normalização sobre sistemas de qualidade (TC 176), poluição do ar (TC 146), da água (TC 147), do solo (TC 190), entre outros. O desenvolvimento de uma norma internacional pela ISO é feito mediante estágios sucessivos, começando por um item de trabalho preliminar eterminando com a sua publicação. Cada avanço do estágio representa uma evolução na busca do consenso sobre o tema tratado. Pelo fato de serem essas normas construídas com elevado consenso internacional, elas representam barreiras técnicas ao comércio.
Como o mercado internacional está muito exigente quanto ao controle de qualidade e práticas ambientais sustentáveis, várias empresas no Brasil , por acordos voluntários e decisões estratégicas, se voltaram ao ramo das certificações de órgãos credenciados com a ISO e outros sistemas de Gestão. Para a nossa querida e histórica "Fábrica de Conhaque de Alcatrão de São João da Barra" não poderia ser diferente. Com 102 anos de história e tradição, resguardando a fórmula centenária do famoso Conhaque de Alcatrão, as Indústrias Thoquino não pararam no tempo. Na quebra de paradigmas, buscou se adequar às normas do mundo globalizado e está fazendo bonito. Hoje são vários produtos exportados, com a NBR ISO 9001 (Qualidade Total) para os mais longínquos países e alcança com maestria o próprio interior deste vasto Brasil. Tudo com o controle de normas ambientais e com a qualidade dentro dos parâmetros técnicos exigidos pelos organismos internacionais. O melhor disso tudo é que o gosto do Conhaque continua aquele mesmo, dos tempos do Café Central, onde tudo começou um dia.
Segundo conversa que tive com o Administrador geral das Indústrias Thoquino, Hélio Delbons, nesta próxima fase do SGA NBR ISO 14.001, serão investidos nada menos do que R$2.000.000,00 Milhões de reais! São vários desafios a serem vencidos, pelas adequações exigidas pelos consultores e auditores, mas já estamos implementando as exigências e estamos com bons exemplos de gestão que já se tornaram concretizados, afirmou Hélio Delbons.
O Consultor da CSQ, Antônio Carlos Dias Pereira, de uma conceituada empresa de Consultoria da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, que esteve em São João da Barra à serviço nesta semana, concedeu um precioso espaço dentro de sua pesada agenda, para que o blog de Andre Pinto conhecesse o SGA da empresa sanjoanense TTE - Tecnologia Total em Empreendimentos. Segundo Antônio Carlos, tanto a TTE quanto as Indústrias de Bebidas Joaquim Thomás de Aquino Filho, estão em estágios avançados de SGA e a consultoria que está sendo feita neste momento, tem o intuito de diagnosticar e adequar as conformidades e não conformidades dessas empresas, preparando-as assim, para a auditoria final da empresa acreditada junto ao Inmetro, para proceder na certificação, último passo do processo.
Segundo Antônio Carlos Dias Pereira, Consultor da CSQ, a TTE está também em conformidade com as exigências feitas pela Petrobrás no que tange a prestação de serviços em plataformas e em refinarias em terra, o que dá motivo para muito orgulho dos sanjoanenses em ter uma empresa local com esta capacidade logística e técnica, preparada para o mercado competitivo. Da mesma forma, a TTE poderá servir de suporte para serviços na UTP - Unidade de Tratamento de Petróleo - Açu, atividade recém licenciada e que faz parte do Grupo "X" do Eike Batista, como a OGX.
O Blogueiro Andre Pinto, que é Bacharel em ADM, tendo diversos cursos de Gestão Ambiental no Tribunal de Contas do Estado do Rio e no exterior, bem como foi professor de Gestão Ambiental para o SENAC e CNC de Campos dos Goytacazes, prometeu fazer uma visita à CSQ no Rio de Janeiro para conhecer melhor o head quarter dos consultores de SGA. Vai ser uma boa experiência.
Agradecemos a cooperação dada para esta matéria, tanto pelo Jorge Melo quanto ao Hélio Delbons, empreendedores de visão.

sábado, 28 de agosto de 2010

ATAFONA NO FANTÁSTICO - DESTA VEZ VAI ROLAR...

Achávamos que Atafona iria aparecer no programa global do Fantástico deste domingo passado e ficamos a ver as caras e bocas de Zeca Camargo e Patrícia Poeta, casal de apresentadores do jornal dominical.
Desta vez é sério! Estão anunciando nas chamadas! Vão mostrar Atafona com as entrevistas de Gilberto Pessanha, um especialista em geoprocessamento da UFF , Felício Valiengo, Coordenador da Defesa Civil Municipal e alguns moradores.
Será mais uma matéria no universo de muitas que já se passaram sobre a mística praia dos ovnis, de Chico Xavier, dos Homens da Máscara de Chumbo, Norma Benghel e Antônio Pitanga e de Sônia Braga...

DOCUMENTO HISTÓRICO - UMA APÓLICE DO BARÃO JOSÉ ALVES RANGEL - BARÃO DE SÃO JOÃO DA BARRA

DOCUMENTO SANJOANENSE COM SELO DE D. PEDRO II E MUITO MAIS...
CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA
Documento 1: Verso da Apólice que tem o endosso do Visconde de São João da Barra para o acionista José Borges, que era um dos funcionários do pedágio da Companhia da Vala Navegável de Cacimbas, em 1875. Extraído cópia dos autos do processo judicial desta Comarca, por Andre Pinto.
CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA
Documento 2 : Frente da apólice, constando as parcelas de aquisição de ações da Vala Navegável do Sertão de Cacimbas, no total de 100.000 réis, pelo Barão de São João da Barra, José Alves Rangel. Extraído dos mesmos autos.
Fotos acima e abaixo: Canal de Cacimbas. Fotos extraídas do Livro do escritor Roberto Acruche, sobre a História de São Francisco do Itabapoana.
UM DOCUMENTO HISTÓRICO VALIOSO
Anos atrás eu fiz uma descoberta curiosa no Fórum dessa Comarca, tanto dos autos da queixa crime da Compahia da Vala Navegável do Sertão de Cacimbas, como de uma Apólice sanjoanense do período Imperial, sob n.º 42, de ações da mesma companhia, pertencente ao José Alves Rangel – 1º Barão de São João da Barra, tendo a mesma pertencido por herança também ao Sr. Francisco José Alves Rangel – 2º Barão e Visconde de São João da Barra que a recebeu por herança de seu pai ,o primeiro Barão, segundo averbamento em livro competente às pags. 21 e constante nos autos da queixa fls. 75 e vº e que foi repassada para José Borges, um funcionário acionista da Companhia da Vala Navegável do Sertão de Cacimbas e que foi um dos principais articuladores da revolta do levante de 1875.
É sem dúvidas um documento histórico de grande relevância. Os documentos destes autos, cujas cópias tenho na íntegra, mostram um fato histórico inusitado, ou seja, um "Levante de Madeireiros no Canal de Cacimbas em 1875" onde a própria polícia da época ficou com medo de encontrar os vários madeireiros revoltosos e armados em um dos pontos do referido Canal de Cacimbas, por causa das altas taxas de passagem e da falta de manutenção do mesmo.
Hoje, fazendo uma revisão de meus backups históricos, pude rever a digitalização do material feita por mim em 2007 e que agora coloco à disposição dos amantes da história sanjoanense. Relembrar é mesmo nostálgico!
Certa vez, publiquei uma matéria sobre esta descoberta histórica feita por mim, no Jornal São João da Barra, do amigo Carlos Sá, mas não me lembro a data.

FILHO DE SAUDOSO ESCRITOR SANJOANENSE PERCORRE OS CAMINHOS DA GUERRA DA BÓSNIA ESZERGOVINA

Foto: A bela cidade de Mostar. Crédito da foto: Luiz Alberto Pinto.
Foto: O destemido Luiz Alberto Pinto percorre os "Caminhos da Guerra da Bósnia", ainda com estradas vicinais de terra batida contendo minas terrestres e muitos mistérios. Foto: Wlad Zueger.
O filho primogênito do saudoso escritor sanjoanense, João Oscar, o advogado Dr. Luiz Alberto Pinto, irmão deste blogueiro, esteve na Croácia e Bósnia, recentemente, refazendo os "Caminhos da Terrível Guerra" e segundo suas anotações "ainda há muitas marcas da recente guerra e infelizmente muito ressentimento também, mas o país está sendo reconstruindo rapidamente, e o povo acolhe muito bem os raríssimos brasileiros que passam por aqui", afirmou Luiz Pinto.
Uma das paragens do advogado e promissor escritor (está na veia), que pretende transformar as suas experiências vividas, das viagens feitas, num livro que mesclará o turismo, história e ficção, foi a da cidade de Mostar, "muito bombardeada na guerra, sendo considerada a cidade mais bonita da Bósnia e a segunda maior depois de Sarajevo", afirmou Luiz Pinto.
Na bagagem de viagem de Luiz Pinto, muitas anotações para confecção de sua obra literária, já tendo percorrido trechos da muralha da China, santuários no Japão, alpes da Suiça, diques Holandeses, castelos de Copenhague, ruínas medievais da Inglaterra, vinícolas do Chile e Portugal, museus Alemanha, e áreas inóspitas do deserto Norte Americano (rota 66), além de outros países. Dará uma boa obra, com certeza.

PRODUÇÃO DA TV RECORD CAMPOS INTERESSADA NO "CASO DOS HOMENS DA MÁSCARA DE CHUMBO"

As jornalistas Cintia e Cristina Frazão,da TV Record Campos, ficaram muito interessadas na história dos "HOMENS DA MÁSCARA DE CHUMBO" contada por Andre Pinto, na escuna científica do Projeto Caminhos Científicos do Delta do Rio Paraíba do Sul. Deve sair mais uma boa reportagem por aí...
Em Atafona e em São João da Barra tem muita gente que presenciou o barulho da grande explosão na foz, da experiência feita por Miguel e Manuel, em 1966.
Temos verdadeiros sanjoanenses considerados testemunhas vivas, neste misterioso caso jamais desvendado! Que o diga o nosso amigo Beldinho Macedo, dentista da cidade.
Para relembrar o caso das "Máscaras de Chumbo" , o Programa Linha Direta Justiça, da Rede Globo, fez um excelente documentário e você poderá assistí-lo aqui no Blog de Andre Pinto

SÃO JOÃO DA BARRA NA MIRA DOS ALEMÃES?

Foto: Os Canhões de Navarone - um clássico dos filmes da 2ª Grande Guerra Mundial. Crédito: Extraído do google busca.
Industriehafen bei Rio de Janeiro
Eike Batista baut sich seine Welt der Gigantonomie
Nichts ist ihm zu groß, nichts zu schwierig. Der Industrielle Eike Batista baut bei Rio de Janeiro einen Superhafen. In zwei Jahren soll der größte, modernste und effizienteste Industrieport Brasiliens fertig sein. Eine Großstadt will Batista gleich dazu bauen.
O Blog Porto do Açu, da competente administradora Andrea Bissonho, fez a divulgação de que jornais alemães falaram bem do Eike Batista e também de São João da Barra. Legal.
Depois dos chineses, coreanos, bolivianos, mexicanos, "maranhenses", agora receberemos os alemães! Dá-lhe Canhões de Navarone!
Conheça o jornalista alemão que deve ter estado em nossa terrinha, como um "espião" do bem, clicando em Von Josef Oehrlein, São João da Barra

PREFEITO DE CAUCAIA - CE, INICIOU OBRAS DE CONTENÇÃO DO MAR, NA PRAIA DE ICARAÍ

O engenheiro civil, especialista em dinâmica costeira, Dr. Marco Lyra, que também é correspondente do Blog de Andre Pinto, nos enviou esta matéria da TV Verdes Mares e Jangadeiro On line, veiculada ontem no Nordeste. Trata-se da busca de soluções concretas para combater o avanço do mar na turística praia de Icaraí.

O Engenheiro Marco Lyra deverá estar na Conferência que a SEMASP realizará nas próximas semanas, onde se debaterá com a classe científica o processo erosivo costeiro da Região Norte Fluminense. A matéria é muito interessante e poderá ser uma das soluções para Atafona. Que venham as posições contraditórias para o bom enriquecimento do debate!

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

SÃO JOÃO DA BARRA TERÁ UM CÉU DE BRIGADEIROS, NESTE SÁBADO

Foto: Uma aeronave cesna. Fonte da foto: Aeroporto.com
Segundo informações do administrador do aeródromo de São João da Barra, Ricardo Rocha, amanhã de manhã, o céu sanjoanense estará repleto de aeronaves provenientes de São Paulo. Desta vez não serão ultraleves, mas sim cesnas e comcasters, aeronaves maiores com capacidade de 04 à 06 passageiros que aterrarão na pista do município.
Segundo afirma Ricardo Rocha, algumas aeronaves tem a finalidade de venda para produtores rurais da região! Quais serão os Reis do Gado desta vez??? A lista corre oficiosamente pela boca do povo....

SISTEMAS DE GESTÃO, EM ALTA NO MUNICÍPIO SANJOANENSE

Foto: O Bacharel em ADM, Andre Pinto, conheceu de perto a consultoria dos programas de gestão da TTE - Tecnologia Total em Empreendimentos, nesta sexta-feira. Na foto o Consultor de sistemas de gestão, Sr. Antônio Carlos Dias Pereira (à esquerda) e o gestor responsável da implementação dos programas na TTE, Leonardo Constant. Crédito da foto: Roberta.
O consultor Antônio Carlos também é o responsável pelos diagnósticos de gestão da NBR ISO 14.001 das Indústrias de Bebidas Joaquim Thomás de Aquino Filho. Matéria na íntegra, hoje à noite neste blog. Imperdível!

PROJETO CAMINHOS CIENTÍFICOS SERÁ EXIBIDO PELA TV RECORD, NO PROGRAMA BALANÇO GERAL, DESTA SEXTA-FEIRA

Desta vez, quem participou da saída da escuna científica do Projeto Caminhos Científicos do Delta do Rio Paraíba do Sul, nesta quinta-feira, 26/08, foi a TV Record Campos juntamente com os agentes do NCCZ de São João da Barra. Nas entrevistas das competentes jornalistas Cristina e Cintia, muitas imagens interessantes: aula ambiental sobre manejo e soltura de serpentes, plantio de espécies nativas na mata ciliar, abraço à árvore da piabanha, coleta de sementes da árvore de sabonete, lançamento do projeto de "Coleta de Óleo de Cozinha nas Escolas" e "Coleta de Pilhas e Baterias", como também atividades ligadas à observação de pássaros, como garças, biguás, socós, carcarás, gaviões, etc.
Foi uma oportunidade que os agentes do NCCZ tiveram de conhecer um caminho fluvial estratégico para a tomada de decisões quanto ao combate incisivo de vetores.
O Programa "Balanço Geral" vai mostrar a reportagem hoje, ao meio dia. Assistirá quem tiver a antena de recepção local.
Imperdível!
Obs. No roteiro de checklist feito por Andre Pinto (SEMASP), Adrião Gaiato (SEMASP) e José Luiz (Defesa Civil), na parte da manhã de ontem, foi avistado um casal de lontras em pleno acasalamento. Pena não ter tido uma máquina fotográfica na hora!

RUMO À CERTIFICAÇÃO,THOQUINO INVESTIRÁ MAIS DOIS MILHÕES EM PROGRAMAS DE GESTÃO AMBIENTAL DA FAMÍLIA NBR ISO 14000

Foto: Quem vê o centenário e conservado prédio das Indústrias de Bebidas Joaquim Thomás de Aquino Filho, não imagina que ali dentro existam Programas de gestão de qualidade total e de gestão ambiental mais avançados do mundo. Crédito da foto: site da Thoquino.
O Blog de Andre Pinto havia publicado uma matéria, dias anteriores, sobre a busca de certificação ambiental pela empresa sanjoanense TTE - Tecnologia Total em Empreendimentos, de nosso amigo Jorge Melo. Também mencionou que as Indústrias de Bebidas Joaquim Thomás de Aquino Filho, que estavam implementando a gestão ambiental da família NBR ISO 14000 , talvez tivessem interrompido o processo.
A bem da verdade, o blog traz aqui neste espaço algumas correções. Em um encontro com o Administrador das Indústrias de Bebidas, Hélio Delbons e alguns dos seus colaboradores da histórica fábrica de bebidas, pude ter a excelente notícia de que os Programas de Gestão Ambiental da família NBR ISO 14.000 jamais foram interrompidos. Segundo Hélio Delbons, as indústrias de bebidas tem implementado diversas conformidades de acordo com as exigências da empresa certificadora junto à NBR ISO, aqui no Brasil. As auditorias tem sido constantes, afimou.
Um dos exemplos dos avanços obtidos é a mini estação de tratamento de resíduos líquidos (efluentes), onde são separados em avançado sistema, a água do óleo e outras impurezas, filtrados e destinados ao reuso, otimizando assim, o uso racional dos recursos hídricos e também reduzindo custos com gastos de forncecimento de água. Existem outros programas a serem implementados, afirmou Hélio Delbons, sendo que só na próxima fase, serão investidos aproximadamente R$2.000.000.00 milhões de reais em adequações, o que é um desafio, em se tratando de uma fábrica que vem quebrando paradigmas nos seus 102 anos de existência.
Para a sorte deste Blogueiro, está na cidade desde ontem e ficará até hoje, o administrador Antônio Carlos, representante da empresa certificadora que está fazendo a auditoria na TTE e nas Indústrias Thoquino e já agendei, por telefone, uma entrevista com esse colega da profissão de administrador para conhecer melhor as próximas etapas da NBR ISO nestas empresas, que são o orgulho sanjoanense.
Em março de 2009, o Blog teceu elogios ao Progama NBR ISO 14001 da Thoquino, clique aqui para ver a matéria na íntegra.
Em breve traremos mais detalhes...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

FALTOU MENCIONAR ATAFONA, QUE TEM MUITOS FILMES FEITOS POR AÍ....

CINEMA IMORTALIZA LOCAIS PELO MUNDO....

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Café des Deux Moulins Em Paris, França

Jeremy Pearson

Café des Deux Moulins é uma parada agradável em Paris

Quem assiste ao filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, dirigido por Jean-Pierre Jeunet, se encanta pela personagem principal estrelada por Audrey Tautou. O bairro de Montmartre, em Paris, no qual a história se passa, virou referência para os fãs que buscam se aproximar um pouco mais da trajetória da garçonete sonhadora. Entre os cenários reais usados na trama está o imperdível e charmoso Café des Deux Moulins, onde Amélie trabalhava.
Na esquina das ruas Lepic e Cachois, o bar, aparentemente, não tem nada de especial, mas conserva a decoração típica dos anos 1950 e o aspecto aconchegante - e um pouco mofado - que mostrou nas telas. Além disso, o teto ainda é mostarda (cor que prevalece junto com o vermelho), o banheiro é unissex e a iluminação é feita com lâmpadas de néon. No cardápio, itens clássicos do lugar: o crème brûlée d’amélie poulain, a salade frisee aux lardoons ou um demi-camembert acompanhado de uma taça de Cotes du Rhônes.
Rue Lepic, 15, Montmartre (Metrô Blanche), tel. (33-1) 4254-9050. Aberto diariamente, das 7h às 2h.

Star Wars

Província de Tataouine Na Tunísia

Shutterstock/Viajar pelo Mundo

O planeta de Anakin e Luke Skywalker fica na Tunísia

Graças à sua beleza exótica e infraestrutura de qualidade, a Tunísia foi escolhida pelo diretor George Lucas para a gravação dos filmes da saga Star Wars – principalmente a província de Tataouine, ao sul do país (inspiração para o nome Tatooine, planeta dos personagens Anakin e Luke Skywalker). No lugar, um conjunto de fortalezas abandonadas, usadas por tribos nômades de séculos atrás como casa e celeiro, recebe turistas vindos de todos os cantos do mundo, curiosos por conhecer os incríveis cenários futurísticos da série – o passado que virou futuro nas telas do cinema.

Das cerca de 300 ksar (como são chamadas as fortalezas, em árabe) espalhadas por essa região desértica do país, nem todas são abertas à visitação. As que mais impressionam parecem verdadeiros labirintos, com muitos andares e divisões internas, e algumas como a Ksar Ouled Soltane (onde Skywalker viveu quando criança em Star Wars: A Ameaça Fantasma) tem até um café em seu interior.

Vicky Cristina Barcelona

Parque Güell Em Barcelona, Espanha

Turisme de Barcelona/J. Trullàs

Parque Güell, concebido por Gaudí, foi cenário de Vicky Cristina Barcelona

Mesmo com a polêmica em torno do contrato do diretor Woody Allen com a prefeitura de Barcelona (que financiou o longa em troca de filmagens nos pontos turísticos), Vicky Cristina Barcelona fez sucesso... E, claro, presenteia o público com imagens de cartões-postais imperdíveis da cidade espanhola. Entre eles, o Parque Güell, inaugurado nos anos 1920 e assinado pelo renomado arquiteto Antoni Gaudí (por encomenda do empresário Eusebi Güell, de quem ganhou o nome).
A arquitetura e os detalhes fascinam os visitantes. Por todos os cantos, despontam esculturas, fontes, escadarias, chafarizes, bancos ondulantes, viadutos, pavilhões, colunas e uma série de construções que dão um caráter único, moderno e complexo ao parque – valorizando, sempre, o estilo de Gaudí, com muitos mosaicos, cores vibrantes e a influência de formas naturais. É importante lembrar que o acesso ao parque é um pouco complicado, pois exige uma subida de aproximadamente 20 minutos (caso queira, é possível pegar táxis ou ônibus). Lá de cima, entretanto, o esforço da caminhada é esquecido: a vista de Barcelona é incrível.

Ao sair do metrô Lesseps (Linha Verde, L3), há várias placas com as direções para chegar lá. Aberto diariamente, das 10h às 19h. Entrada gratuita.

O Poderoso Chefão

Bar Vitelli Em Savoca, Sicília, Itália

Michiel Mobach

Bar Vitelli foi cenário da comemoração do casamento de Michael Corleone

Desconsiderando seu fim trágico, o casamento de Michael Corleone com Apollonia teve uma das celebrações mais marcantes do cinema. As cenas são clássicas: o casal saindo da Igreja de São Nicolau, onde recebeu a bênção, e caminhando pelas ruelas do vilarejo na companhia das tradicionais famílias. Depois do cortejo, marcado por músicas típicas e muitos grãos de arroz para dar sorte aos noivos, o casal chega ao Bar Vitalli e a festança começa de verdade.
Que fã não gostaria de percorrer esse caminho? Como a resposta é óbvia, Savoca virou passagem dos turistas que querem sentir o clima da família Corleone por, pelo menos, um dia, O bar e a igreja mantêm o aspecto da época das gravações. O Vitalli ainda tem as mesmas mesas e cadeiras nas quais os personagens se sentaram e, o melhor, serve uma deliciosa granita di limone, feita em uma máquina dos anos 1930 que ocupa dois terços do lugar (dizem que o diretor Francis Coppola tentou comprá-la de tanto que gostou da sobremesa, mas o dono recusou a proposta. Sorte dos turistas).

Bar Vitelli: Piazza Fossia, tel. 0942/761-140.

Rocky – Um Lutador

Escadaria do Museu de Arte da Filadélfia Na Filadélfia, EUA

Ben Mason

Muitos turistas se divertem imitando o Rocky nas escadarias do museu

Se estiver passando pelo Museu de Arte da Filadélfia, nos Estados Unidos, e observar alguém se divertindo ao subir as escadarias do lugar correndo, não se espante: desde que Rocky – Um Lutador foi lançado, essa cena é comum por lá. Na pele do protagonista Rocky Balboa, o ator Sylvester Stallone subiu as mesmas escadas para interpretar a preparação do personagem antes de uma luta, e impressionou o público pela rapidez com que completou a tarefa.
No fim, a câmera mostra o personagem comemorando seu desempenho e ensaiando socos no ar com o museu ao fundo – fotografia clichê que nenhum turista vai embora sem tirar (depois de tentativas, geralmente frustradas, de imitar o boxeador). Uma estátua de bronze do personagem, doada pelo próprio Stallone em 1982, fica em destaque na entrada do museu.

Museu de Arte da Filadélfia: 26th Street e the Benjamin Franklin Parkway, tel. 215/763-8100.

Indiana Jones e o Templo da Perdição

Capilano Suspension Bridge Em Vancouver, Canadá

Dreamstime/Viajar pelo Mundo

Atravessar a ponte de 137 metros de comprimento dá um friozinho da barriga

Quem quiser entrar na pele de Indiana Jones tem endereço certo no Canadá: a ponte suspensa Capilano, em Vancouver. Lá foram gravadas cenas do filme O Templo da Perdição. Os fãs comparecem em peso para curtir o friozinho na barriga de atravessar 137 metros de comprimento a 70 metros de altura.
Inaugurada em 1889, a ponte fica sobre o Rio Capilano, em meio a bosques antigos com árvores centenárias e quedas-d’água de até 60 metros. Mesmo que balance um pouco (principalmente quando alguém faz uma gracinha), a segurança é grande e a vista vale muito a pena. Além disso, como ela está dentro de um parque, os visitantes ainda têm acesso a exposições e atividades ecoturísticas depois que “saem da pele” aventureira do personagem.

Capilano Road, 3735, tel. 604/985-7474, capbridge.com. Aberto diariamente, das 9h até aproximadamente 20h (o horário varia conforme o mês), com entradas de US$ 29,95 para adultos, US$ 27,95 para pessoas acima de 65 anos, US$ 23,75 para estudantes acima de 17 anos, US$ 18,75 para adolescentes entre 13 e 16 anos, US$ 10 para crianças de 6 a 10 anos e grátis para abaixo de 6 anos.

Mamma Mia!

Ilha de Skopelos, Grécia

Ale3andro

No topo da montanha, está a capelinha do casamento de Sofie

Na vida real, a ilha onde Meryl Streep, Pierce Brosnan, Amanda Seyfried e companhia aprontaram todas em Mamma Mia! não se chama Kalokairi, como no musical, e sim Skopelos. Para quem visita o lugar e já assistiu ao filme, é grande a probabilidade de sentir aquela vontadezinha de imitar os personagens e sair cantando e dançando pelas lindas praias de areia branca, muito verde, rochas e águas cristalinas, ao som dos hits clássicos da banda sueca Abba.

Com cerca de 5 mil habitantes e banhada pelo Mar Egeu, a ilha reserva lindas praias praticamente isoladas, como a Kastani, na costa sudoeste, um dos principais cenários das gravações. A linda capela onde o divertido casamento de Sophie acontece também existe de verdade. É a Capela Agios Ioannis, localizada na praia de mesmo nome, no topo de uma rocha em pleno mar, a cerca de 100 metros de altura (para chegar até ela, há uma escadaria encravada na pedra). Mesmo que o longa tenha aberto as portas do turismo local, antes praticamente desconhecido pelo mundo, Skopelos ainda se mostra um destino perfeito para os que procuram uma viagem tranquila. E para dar uma esticadinha no roteiro, vale passar pela vila de Damouchari, na Península de Pelion, outro palco das filmagens.

Um Lugar Chamado Nothing Hill

Nothing Hill Em Londres, Inglaterra

Chris Brown

Subúrbio londrino tem rua charmosa com casas em estilo vitoriano

Quando escolheu o subúrbio londrino de Nothing Hill para montar o roteiro de seu próximo filme, o roteirista Richard Curtis pensou na diversidade de culturas que o bairro oferecia e que ele mesmo, como morador, vivenciava diariamente. Um lugar onde não seria surpresa que uma estrela de cinema fosse encontrada em meio a um vendedor de livros, um jardineiro ou uma garçonete. Se no filme o bairro fica famoso graças ao romance dos personagens de Julia Roberts e Hugh Grant, depois do lançamento nas telas a mesma fama se mostra real. Volta e meia turistas vão até lá para percorrer a Portobello Road, charmosa rua com estilo vitoriano que por si só já é uma atração turística, com seus mercados de pulga, cafés, galerias e lojinhas de comércio e antiguidades.
É bem perto dela que está a The Travel Bookshop. Apesar de não ser a mesma livraria onde ocorreu o primeiro encontro entre William Tracker e Anna Scott, ela inspirou sua criação em estúdio, e por isso mesmo, é ponto indispensável no passeio. Há também o Hotel Savoy, onde os pombinhos se encontram na coletiva de imprensa, o Hotel Ritz, onde Anna estava hospedada, o restaurante de comida japonesa Nobu, do Hotel Metropolitan, e o Cinema Coronet.

Fonte: www.ig.com.br

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

CONTO DO "ROBÃO" - UM DRAMA VIVIDO POR MARANHENSES EM SÃO JOÃO DA BARRA

Imagem ilustrativa, retirada da internet. O BONDE DO FIAT (FIAT - Fui Iludido, Agora é Tarde)
É o fim do mundo! É o fim da picada! Quarenta e dois inocentes trabalhadores maranhenses, provenientes de uma cidade do leste do Maranhão chamada, se não me engano, de Barão de Grajaú, foram assediados e aliciados por um tal de "Robão", na proposta de arrumarem um bom serviço com carteira asssinada em empresas que estão envolvidas com a construção do Porto do Açu. As empresas negaram o envolvimento com o "Robão", segundo veiculado na imprensa televisiva, hoje, no horário do almoço. O "Robão " foi tão inescrupuloso neste caso, que deve até receber condenação divina por santidades por nós conhecidas, como "Santa Bárbara" e "São João Batista". Não bastasse a longa e perigosa viagem feita pela tropa, de ônibus - não se sabe se é "pirata" ou não - os maranhenses ainda passaram em Minas Gerais para deixarem a "caixinha" para o "Robão"", que deve justificar o apelido, de alguma forma... "Robão" disse que estava tudo certo! Emprego garantido ou... fui! Ninguém mais viu o "Robão"! Isso mesmo! O Celular do "Robão" não atende mais... Sem emprego, trabalho e sem a grana gasta com "Robão", assim ficaram os maranhenses no território sanjoanense!. Além do gasto individual de R$150,00 com o falso agenciamento, os maranhenses gastaram suas parcas economias com o transporte, na cifra de R$350,00, cada um. A Promoção Social do município foi acionada. O caso virou bate-língua nas ruas da cidade! As rádios alvoroçaram em notícias! O Programa "Tô contigo" noticiou a gafe. A cidade parecia estar em vésperas de algum comício político! Dá-lhe "O Bem Amado!". Com o caso, quase que a família Sarney foi mobilizada! A Polícia Federal deve entrar nas investigações! Que não confundam o "Robão" com o "Robinho", que está batendo um bolão! Enquanto isso, os humildes maranhenses estavam com fome. Alguns pensavam em pescar alguma coisa nas lagoas do município. Outros ficaram quase na condição de pedintes. Creio que o Secretário de Promoção Social, Neco, tenha resolvido a fome dos nossos distantes compatriotas, além de abrigo provisório. São João da Barra, historicamente, nunca teve uma proporção tão grande de "andarilhos coletivos" como desta vez! O Eike deve estar divulgando bem o nosso município em outras plagras! Olha aí... Lembro-me bem de um comerciante viajante que esteve na cidade tempos atrás, bem vestido, carro do ano, fala macia, muitos bens espalhados pelo Estado do Rio... Começou a vender eletrodomésticos novos pela metade do preço. Houve uma corrente de divulgação de seus produtos no tal marketing "boca-a-boca". Com a esperteza do "nômade comerciante" deve ter imperado entre os sanjoanenses, a tal da "Lei de Gerson"! Eu comprei barato demais e você? Não vai entrar nessa também? No final , o negociante havia pego muitas prestações adiantadas sob a promessa de entrega de mercadorias para alguns dias depois... Este também se foi e confesso que não sei como essa história terminou, mas o boato ficou forte entre nós de muito prejuízo na cidade... Este exemplo do "Robão", negativo, deve servir para alguma coisa!. Que sirva para nós, habitantes desta terra maravilhosa não acreditarmos em qualquer um, que sirva para os empreendedores, que sirva para a Administração Pública, que sirva para a FIRJAN, etc. Não quero aqui ser bairrista! Jamais! O que me causou estranheza foi saber que o visionário Eike Batista acabou de descobrir, pela OGX, uma grande reserva de gás natural no estado maranhense, já sendo chamada de "Pequena Bolívia", pela potencialidade de gás estocado on-shore. Os inocentes maranhenses poderiam ter poupado, tempo e dinheiro, se tivessem obtido melhores informações junto aos órgãos oficiais ou empreendedores do grupo "X", que também estão por lá. Numa época de internet, e-mail, face book, twitter, orkut, etc, é difícil acreditar que pessoas honestas ainda caiam nestes contos do "Robão". A realidade sanjoanense hoje imitou os programas de TV dominicais, como "De volta para Minha Terra", ou "realizando Sonhos" etc. Sorte aos maranhenses!

VAMOS CELEBRAR A VIDA, COM TODAS AS PALAVRAS...

Crédito: Luan Abreu

Sobre...

Com a proposta de celebrar a vida, o diretor Silvano Motta, após pesquisas e relatos verídicos, chega ao texto de "Com todas as palavras...", uma narrativa que se debruça sobre o amor, ideais e significados da própria existência humana. Os argumentos – e dúvidas – se entrelaçam com músicas da MPB, criando um clima ameno para os paradoxos do cotidiano; as situações que nos levam a rir ou chorar, dependendo do ponto de vista. Sob a direção musical de Antônio Carlos Dias – em pareceria com o "Nós" desde o "Reisado das Pastorinhas", “Com todas as palavras...” marca a consolidação da dupla, que já estuda novos projetos. Incluir esse gênero das artes cênicas na produção cultural regional amplia o acesso à prática de um exercício artístico diferenciado, tanto por revelar novos valores, quanto pela possibilidade de contribuir na formação de platéias heterogêneas, cujo acesso às grandes produções em cartaz nos maiores centros do país, é reconhecidamente limitado por diversos fatores. “Com todas as palavras...” não é apenas um musical, torna-se poesia para a alma. Um deleite aos que apreciam as coisas simples da vida, aos que se perdem ou se reencontram em seus próprios devaneios, aos que sustentam suas próprias esperanças, aos que celebram as diferenças, como diferentes são os dias, as tardes, as noites. Palavras, palavras, vida...

CAMINHOS CIENTÍFICOS DO DELTA DO RIO PARAÍBA DO SUL , NA SEMANA DO FOLCLORE, CONTARÁ DIVERSAS LENDAS DA REGIÃO, DENTRO DA ESCUNA AMBIENTAL

Imagem: Ilustração da lenda "O Mangue da Moça Bonita". Imgem retirada do site do escritor e historiador Roberto Acruche. (site hospedado neste blog)
MISTÉRIOS NA ESCUNA AMBIENTAL DE SÃO JOÃO DA BARRA
O dia 22 de agosto foi o dia nacional do folclore. Nesta semana, o Projeto Caminhos Científicos do Delta do Rio Paraíba do Sul, com saída para esta quinta-feira, às 13 horas e 30 minutos, do Cais do Imperador, mencionará para os participantes desta viagem - os destemidos agentes do CCZ - muitas lendas de nossa região. Na pauta: As lendas do Mangue da Moça Bonita e Benedito das Flores - de Caetá (da versão do historiador Carlos AA de Sá); o caso do "Caixão dos sete pregos" - um dos crimes mais misteriosos acontecidos no Rio Paraíba do Sul no século passado; a misteriosa Casa da Ilha da planta às margens do Rio Paraíba do Sul, em Ponto de Cacimbas; o Caso dos Homens das Máscaras de Chumbo - Na Foz do Rio Paraíba dos Sul; a lenda da árvore que anda, na Foz do Rio Paraíba do Sul, contada por Plínio Berto, entre outras histórias e "estórias" de arrepiarem os cabelos!
O pessoal do CCZ vai se amarrar! Será que a escuna vai ter alguma assombração durante o percurso? Este será mais um mistério! Segundo informações do Sub-secretário de Meio Ambiente, Alex Firme, de ontem para hoje ele chegou até a ter pesadelos com as lendas que ouviu do Guia em Turismo Regional, Andre Pinto ...

UENF - ALTA TECNOLOGIA PARA O MUNDO ANIMAL

Veterinário da Uenf recebe equipamentos de última geração

Elena Mandarim

Divulgação/senamadureira.com

Tomografia computadorizada: indicação em exames neurológicos, cardíacos e ortopédicos e na investigação de tumores cancerígenos
A diretoria do Hospital Veterinário Escola da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) anunciou a aquisição de um tomógrafo computadorizado de última geração. Orçado em R$ 1,5 milhão, o aparelho foi comprado com recursos da FAPERJ, concedidos ao projeto de pesquisa de André Lacerda, professor e diretor do hospital.
Segundo Lacerda, o novo equipamento servirá tanto para atender animais de pequeno e médio porte da comunidade, quanto para auxiliar linhas de pesquisas que visem aumentar o conhecimento das doenças que os afetam e, consequentemente, estabelecer novos tratamentos. "Nosso principal objetivo é possibilitar que a Uenf se torne um centro de referência em diagnóstico de imagem médico-veterinário brasileiro, contribuindo para o desenvolvimento das ciências veterinárias e biomédicas e para treinamento e formação de profissionais na área", diz o diretor.

Dos 12 equipamentos de tomografia computadorizada para essa finalidade em uso no Brasil, o recém- adquirido pela Uenf, além de único em Campos dos Goytacazes e segundo em todo estado do Rio de Janeiro, é o mais moderno. "O nosso aparelho tem 32 canais, o que significa o número de ‘cortes’ escaneados em uma determinada fração de tempo. O que era até então o mais moderno tem apenas um canal", entusiasma-se Lacerda, que explica que esta característica é importante para aumentar a velocidade do exame e a qualidade da resolução das imagens.

De acordo com o diretor, a previsão é de que o aparelho entre em funcionamento a partir do mês de setembro. O uso do equipamento é indicado na investigação de doenças neurológicas – como a hérnia de disco intervertebral –, em exames ortopédicos e cardíacos, e no acompanhamento de tumores cancerígenos primários e metástases.

Os animais domésticos da população de baixa renda farão, em casos de emergência, os exames de tomografia gratuitamente. Contudo, nos serviços de rotina será cobrado o valor do custo operacional da máquina. "Até então, encaminhávamos os animais para realizarem os exames no Rio de Janeiro. Porém, nem todos tinham condições para isso, devido aos altos valores cobrados", explica Lacerda.

Hospital quer ser centro de referência

A aposta, segundo Lacerda, é tornar o hospital veterinário da Uenf uma referência no Brasil e no mundo, tanto pela estrutura quanto pela capacidade de desenvolvimento científico. Ele explica que a proposta é diminuir o hiato existente entre a pesquisa clínica e de base e a tecnologia médica-veterinária utilizada nos grandes centros internacionais.

Divulgação/Uenf

O Hospital Veterinário da Uenf é o único da América Latina a realizar cirurgia intracardíaca em animais

Por isso, o objetivo é ampliar a estrutura física do hospital, bem como sua capacidade intelectual. "Nossas principais metas são arrecadar recursos para aumentar o maquinário do hospital; desenvolver pesquisas científicas sobre a patogenia das principais doenças que afetam os animais e dar subsídios para a criação de novas terapêuticas, que possam, inclusive, ser transmitidas ao homem", ressalta Lacerda.

O diretor afirma que atualmente já são realizadas condutas inovadoras e de ponta. "Na área de cirurgia, por exemplo, realizamos os procedimentos através de vídeo e somos o único hospital da América Latina a realizar cirurgia intracardíaca. Tudo com equipamentos também obtidos com apoio da FAPERJ".

Ele conta que o hospital vai adquirir em breve outros equipamentos tão importantes como o de tomografia computadorizada. "Estamos para receber aparelhos de ressonância magnética, de cintilografia, de hemodinâmica, de radioterapia, entre outros", assinala.

Para Lacerda, é necessário formar uma mão de obra especializada, a fim de aumentar a capacidade de atendimento e tornar o hospital mais funcional. "Uma das nossas preocupações é especializar os profissionais, para que sejam capazes de operar com máxima eficiência esses equipamentos de última geração".

Ele lembra que, embora o hospital ainda precise avançar e se expandir, seja em suporte de equipamentos ou de pessoal, suas dependências já contam com uma estrutura de excelência em algumas áreas da medicina veterinária. E que a aquisição dessa nova aparelhagem de ponta é o primeiro passo para se alcançar o objetivo maior: tornar o hospital uma referência em diagnóstico de imagens para animais

Contribuiu no envio da matéria: Dr. Fidelis Estefan - SJB.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

CURTA-METRAGEM SANJOANENSE SE DESTACA ENTRE FILMES DO IRÃ, MÉXICO, NOVA ZELÂNDIA E OUTROS PAÍSES, EM FESTIVAL DE SÃO PAULO

Foto: Cenas do filme "Um dia da pesca, outro do pescador", de Carlos Magno Nunes, um apaixonado atafonense.
É com imensa alegria que recebo notícias do jovem cineasta sanjoanense, "Maguinho", da localidade de Atafona. Ele levou o seu curta-metragem intitulado "Um dia da Pesca, Outro do Pescador" para o Festival Internacional de Curta-Metragens de São Paulo e pelo visto, conseguiu desbancar muitos outros curtas internacionais!. A Jovem cineasta sanjoanense, Jéssica Felipe, com apenas 16 anos de idade, que já ganhou estágio na TV Futura tempos atrás, com o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, também está no evento. Veja abaixo a mensagem enviada por "Maguinho", bastante radiante:
"Ola Amigos!!!
É depois de muito "perrengue", mas com um sentimento de missão cumprida, que venho até vocês para dizer que foram distribuidos mais de 30 DVD's com nosso trabalho até o presente momento. Os dvd's foram distribuidos à pessoas chaves como: outros diretos de diferentes países, organizadores de mostras de cinema, pessoas associadas à cultura e meio ambiente, dentre outras... Conheci pessoas do mundo todo, o que por sua vez, gerou bastante contato que será realmente proveitoso.
Estou articulando com amigos que estiveram presente no festival, uma troca de "Box dvd's".Receberemos esses Box com o trabalho de toda a galera, inclusive de pessoas como Henzo (Irã), Taina (México), Hutz Marks (Nova Zelândia) entre outros. Então fiquem ligados porque vem muita coisa por ai! Agradeço todo o apoio que tive de todos vocês (Observatório, André Pinto e ABAETÉ) obrigado por tudo!! abraços
Maguinho"
Veja abaixo a lista de filmes brasileiros seleciondos pelo festival de curtas de São Paulo:
Filmes selecionados (São João da Barra em letra vermelha):
"IDENTIDADE", de Roberto Domicio (SP) 3 X ALCIDA TORRES, de Jovens do projeto Comunic@ Escola! (MG) A CASA DAS PIMENTEIRAS, de Andrezza Rabelo (RJ) A VERDADEIRA HISTóRIA DE MACULELê, de Almir Nascimento (BA) ANAS, FRANCISCAS E MARIAS, de Raylka Franklin, Cintya Rafaella (CE) À FELICIDADE, de Carlos Nigro (PE) BIN LADEN, de Edmar Pereira da Cruz, Favela é Isso Aí, Arthur B. Senra (MG) BREACK BEAT, de Coletivo Dinamite (MG) BULLING, de Warlla Christye (TO) CARLOS, de Mariana Dornelas, Udilima Oliveira (BA) CASA DE LIRISMO, de Thomas Freitas (PB) DE VELHA BASTA EU / DE VELHA BASTA EU, de Victor Luiz dos Santos (SP) EMILY, de Paloma Silva Santos (SP) ETÊ MAC STEEL, de Arlindo de Almeida Junior (SP) FEITO, de Francisco Paulo, Ana Paula Rocha (SP) KRÉ, de Francele Cocco (RS) LAPADA SECA, de Quilombo Castainho (PE) MOKUSSUY, de Jaco Galdino (BA) MORADIA, de Gilson Peres, Dalva Maria de Oliveira, José Silva (SP) NEGROS DO GANHO, de Tissiana Carvalhêdo (MA) NO ELEVADOR, de Lúcia Pego dos Santos, Willian Coutinho Duarte, Marta Pego dos Santos (PR) NOME, IDADE, PROFISSãO E ONDE MORA, de Viviane Vieira (AL) NóS E A CIDADE, de Ariel Ortega, Jorge Morinico, Germano Beñites (RS) O CAMINHO DO DINHEIRO, de Márcio Moreno (SP) O PRIMITIVO, de Cinema Basico (RJ) OI'O - LUTA DOS MENINOS, de Caimi Waiasse Xavante (SP) OS OLHOS NãO TêM CERCA, de Direção Coletiva (SP) PIXOTE 30 ANOS DEPOIS..., de Marcelo Felipe Sampaio (SP) QUAL CENTRO?, de Evandro César dos Santos (SP) QUE FEIRA é ESSA?, de Direção Coletiva (SP) REPOUSO NO CORAçãO INIMIGO, de Tiago Grijo, Cristiano Furtado (RJ) SERRINHA, de Felipe Gonçalves Marinho (RJ) SINTONIA, de Coletivo (SP) TEM GENTE!, de Evandro Berlesi, Rodrigo Castelhano (RS) TEMPESTADE, de Marcelo Fernando, Willian Presenti (SP) TODOS SãO FRANCISCO, de Charliane Oliveira (CE) UM DIA DA PESCA, OUTRO DO PESCADOR, de Carlos Magno Nunes (RJ) UM FIO DE ESPERANçA, de Alunos do Projeto Ima.Doc (ES)