sexta-feira, 29 de outubro de 2010

VOCÊ SABIA? ATAFONA TEM UM MINI JARDIM BOTÂNICO COM ESPÉCIES INACREDITÁVEIS

Foto: Pés de açaí se adaptaram muito bem ao clima sanjoanense. Dão boas árvores ornamentais também. Crédito da foto: Andre Pinto
Foto: Um cactus do tipo globo pode ser visto no local . Crédito da foto: Andre Pinto
Foto: No Mini Jardim Botânico de Atafona são vistos os cactus mais exóticos do mundo, eu disse exóticos! Crédito da foto: Andre Pinto
Foto: Mai um cactus exótico, chamado de "Monstro do Arizona", pode ser visto no Mini Jardim Botânico de Atafona. Crédito da foto : Andre Pinto.
Foto: No canteiro de cactus exóticos, podem-se ver espécies dos mais inóspitos desertos do mundo, a exemplo do cactus "Monstro do Arizona" e o cactus da Ilha de Madagascar, entre outros. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Normando juntamente com Andre Pinto, Walmir Lopes Baldino e José Eduardo Pereira, conhecendo uma composteira artesanal muito eficaz. Crédito das foto: Sérgio Romero.
Foto: Os canteiros para hortaliças também servem para produção de plantas ornamentais nesta época do ano. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: José Eduardo, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de S. João da Barra e Sérgio Romero, da Secrertaria Municipal de Transportes, conheceram um novo tipo de tubete para colocação de mudas. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Um dos lados do Mini Jardim Botânico de Atafona com mangueiras de enxerto carregadas. Crédito da foto: Andre Pinto. Foto: Um disco voador feito de bromélias e pitangueiras. Espetacular! Crédito da foto: Andre Pinto. Foto: Tal qual o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, existe um laguinho com marrecas (licenciadas pelo IBAMA). Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Um cajueiro gigante dá sombras à uma mesa dos amigos. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: O técnico agrícola, Walmir Lopes Baldino, se impressiona com o abacaxi selvagem. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: abacaxi selvagem. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Um jardim comestível, por natureza! Na foto, pés de abacaxis selvagens em uma ornamentação de argila queimada. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: No meio do caminho surge uma cobra sucuri! Descobre-se que a sucuri era um tronco de madeira pintado pelo colaborador do Mini Jardim botânico. Crédito da foto: Andre Pinto
Foto: Explosão de cores verdes ! Crédito da foto: Andre Pinto. Foto: A harmonia entre as espécies faz com que o ambiente fique mais bonito e tenham trocas de gases benéficos no subsolo. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Um colaborador do Mini Jardim Botânico de Atafona. Crédito da foto: Andre Pinto
Foto: Normando Martins, paisagista e proprietário do Mini Jardim Botânico de Atafona, conversa com o técnico agrícola, Walmir Lopes Baldino, do Horto Municipal de São João da Barra. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Sistemas de plantio em "mandalas", também utilizado pelo ator global, Marcos Palmeira, em sua fazenda de orgânicos - Fazenda das Palmeiras - em Teresópolis-RJ. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Um micro clima agradável. Crédito da foto: Andre Pinto
Foto: As acerolas se misturam com as pitangas e vice-versa. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: O Técnico Agrícola, Walmir Lopes Baldino, prova fruta para identificar o grau de sacarose e acidez da mesma. Crédito da foto: Andre Pinto.
foto: Um cajueiro gigante e resistente que está com maravilhosos frutos. A praga da "mosca branca" passou longe do local. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Walmir Lopes Baldino, Técnico Agrícola, conta a quantidade de cajus existentes em um único pé. O solo é enriquecido com nutrientes produzidos no próprio local. Eduardo olha para a câmera com cara de espanto. Crédito da foto: Andre Pinto.
foto: Uma atração: um chuveiro debaixo de um pé de ceriguela!. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Um verdadeiro jardim das sensações!. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Cactáceas, bromeliáceas, gramíneas, arbustivas, arbóreas, por aí se vão! Crédito da foto : Andre Pinto.
Foto: As belas paisagens do Rio de Janeiro se renderam ao profissionalismo do paisagista Normando Martins. Crédito da foto: Andre Pinto.
Foto: Um dos vários abacaxis selvagens existentes no mini Jardim Botânico de Atafona, para o deleite dos internautas! Foto de Andre Pinto. UM MINI JARDIM BOTÂNICO EM ATAFONA
Esta semana, o Blog de Andre Pinto, fez uma descoberta muito interessante sobre como um homem pode ter a dedicação e amor à natureza, transformando um terreno em que nada havia, num lindo jardim, quase que um oásis em plena região de solo pobre de praia, na localidade de Atafona. A experiência por mim relatada e vivenciada na visita, foi comparada ao sair de um mundo real para adentrar quase que num mundo de sonhos, num éden, onde o ser humano pode interagir livremente e de forma digna com a NATUREZA, sendo alimentado por ela, tanto material como espiritualmente também. Mas esse lugar existe mesmo! É o que veremos adiante. A TRAJETÓRIA RUMO AO PAISAGISMO Começo a contar um pouco da história de um homem que se rendeu ao ofício do paisagismo carioca durante muitos anos atrás, tendo participado de importantes projetos de ornamentação paisagística para empresas de grande porte como a rede de churrascarias Porcão-Rio e de muitos condomínios de luxo, tanto na Barra da Tijuca como na Lagoa Rodrigo de Freitas, na cidade maravilhosa, onde seus serviços eram muito requisitados. Este homem, um empreeendedor por natureza (sem trocadilhos), acabou se apaixonando por Atafona e aqui estabeleceu a sua base de moradia, sonhos e realizações. Trouxe com ele um pouco do que fez nos lindos jardins cariocas. A história de Normando Martins começa quando, partindo, ainda criança, das terras de além mar - de Camões - teve no Brasil a oportunidade de fazer muitos trabalhos importantes, destacando-se, inicialmente, na área de representação e distribuição de medicamentos de empresas multinacionais. Outra atividade que lhe satisfazia e que rendeu grande contribuição ao paisagismo nacional, foi ter trabalhado com o Sr. Hiroshi (um discípulo de confiança do grande paisagísta Burle Marx) em obras de paisagísmo e também manutenção de diversos jardins cariocas desenhados pelo próprio Burle Marx. Mesmo realizando seus trabalhos na região do Rio de Janeiro, Normando Martins teve também a oportunidade de conhecer a nossa querida São João da Barra e acabou se apaixonando por Atafona, onde comprou uma propriedade para morar com qualidade de vida. Hoje, Normando fala com orgulho que é antes de tudo, um atafonense feliz e também por ser um legítimo cidadão sanjoanense, pois recebeu anos atrás, o título dado pela Câmara Municipal de São João da Barra. Normando Martins, se deixa explicitar no amor à natureza, no trato com as plantas , das mais simples às plantas mais complexas. Para se ter ideia, Normando conhece cada nome de cada espécie que tem em sua propriedade, bem como o nome científico e a família que pertencem, afinal, foram muitos anos de experiência. No momento de nossa visitação ao mini Jardim Botânico, ele demonstrou a sua felicidade ao nos mostrar um canteiro de muitas mudas de uma planta ornamental, que teve a produção de mudas dessa planta , que era aguardada por aproximadamente vinte anos, para dar os "filhotinhos". No terreno, com aproximadamente 2.000 metros quadrados, localizado em Atafona, nas proximidades da Igreja da Penha e do Colégio Estadual Newton Alves, há uma explosão de exibição da biodiversidade da flora e da fauna e pode-se sentir a umidade e frescor do micro clima existente, quando se entra pelo portão frente do imóvel. O cheiro das árvores, o perfume das flores e os diversos sabores de frutas nativas e exóticas são muito perceptíveis aos visitantes. Há uma organização de plantio muito grande no local. São vários canteiros feitos de forma harmônica com o ambiente. Um dos colaboradores do Mini Jardim Botânico de Atafona, que reside no local, confessa que os únicos barulhos que ele escuta lá dentro, durante o dia, são os cantos dos pássaros e o alvoroço dos galhos quando pegam o forte vento nordeste, abundante na região. Aqui é uma paz de espírito, frisou o funcionário que pediu anonimato do seu nome. Espécies nativas como o abacaxi selvagem, o abio branco, abricós, azeitona preta, sapoti, caju nativo gigante, catus nativos, graviolas, maracujás, pinhas, jaqueiras, mamoeiros, mangueiras e bananeiras de várias espécies, são bem vistas e apreciadas no local. Há também os exóticos como por exemplo o cactus "Monstro do Arizona" e outros cactus vindos da Ilha de Madagascar. As formas são variadas: cactus em forma de globo, em formas fálicas (eróticas) e muitas outras plantas muito curiosas que existem bem perto da gente, sem que a gente saiba! Normando também tem um sistema simples, mas eficaz, de se produzir material orgânico em sua propriedade, através da superprodução de folhagens e galhadas. Ele construiu uma composteira e dali retira excelentes nutrientes. O material é apenas revolvido pelo colaborador do mini Jardim botânico e é devolvido em forma de adubo orgânico. Um destaque de luxo da propriedade são os cajueiros gigantes que existem na área. Esses cajueiros resistiram bem ao problema da "mosca branca" que atingiu grande parte dos cajueiros do município e deveriam ser melhores estudados pelos órgãos de agricultura e meio ambiente, ressaltou Normando Martins. No momento da visita, todos os pés de caju da propriedade estavam carregados de saudáveis cajus, dando água na boca dos visitantes. Ademais, debaixo de um dos pés de caju gigante, há uma mesa de amigos com toda a estrutura para um churrasco de confraternização com direito a cair caju dentro dos copos dos visitantes... É só ver o que se vai colocar dentro dos mesmos! SÃO JOÃO DA BARRA JÁ TEM USINA ORGÂNICA Com toda a experiência adquirida por Normando Martins ao longo desses anos, como empreendedor e amante da natureza que se tornou, resolveu investir em São João da Barra numa usina verde que já está em funcionamento. A usina verde que faço menção é uma fábrica de compostos orgânicos chamada ORGANICS, onde há uma produção equilibrada de nutrientes para plantas de diversas espécies e funções, com utilização do mais rico material natural, mas esta informação será uma pauta para a próxima matéria do Jornal Quotidiano, do amigo Bruno Costa. Enquanto isso, resta-nos curtir as fotos do Mini Jardim Botânico de Atafona!.

4 comentários:

claudia oliveira disse...

Olá André,
Que matéria legal! Desconhecia (acredito que muita gente também)a existência desse pedacinho de céu pertinho da gente....
Tem como visitar?????
Abraços,
Cláudia Oliveira

Anônimo disse...

Parabens pela materia ! Como filha e admiradora fico muito orgulhosa que anos de dedicacao e determinacao , resultaram num trabalho tao lindo que hoje alem do criador outros possam contemplar !
Tudo comecou com um ideal , e esse sonho coloca Sao Joao da Barra com participante ativo de um meio ambiente auto-sustentavel !
A ORGANICS ( usina verde ) com a reciclagem de compostos organicos complementa esse projeto !
Parabens mais uma vez , sucesso e que essa paixao sirva de inspiracao para outros feitos .

Deyse e Marcelo
Dubai - Emirados Arabes

Sérgio Romero disse...

Sérgio Romero Lopes Costa - São João da Barra
Valeu André. Fico muito satisfeito quando vejo um sanjoanense competente.

Bárbara disse...

Parabéns André, o blog está cada dia melhor, com matérias e textos surpreendentes e de extremo interesse a todos.
Para nós sanjoanenses de coração, é um imenso orgulho estar próximo ao paraíso que é o Pomar (Mini Jardim Botânico) e fico muito feliz ao ver não só a matéria do Mini Jardim Botânico, mas também a matéria da empresa ORGANICS, a mais nova "filhinha" de SJB, a qual sou secretária. Acredito que São João da Barra dá mais um passo positivo em vários sentidos.
Acesso o blog todos os dias e fico cada vez mais surpresa com as matérias.
Parabéns por todas as postagens!


Bárbara Matos
São João da Barra/RJ