domingo, 18 de abril de 2010

COMERCIANTES SANJOANENSES QUEREM "TOMBAR" COMO PATRIMÔNIO IMATERIAL, O TRADICIONAL "CONHAQUE BATIDO", FEITO NA CIDADE

Foto: O comerciante "Chimbica" mostra a bebida que é centenária em sua fórmula e que serve para fazer o delicioso e tradicional Conhaque Batido de São João da Barra. Foto de Pascoal Berto.
ÊTA TRADIÇÃO QUENTÍSSIMA! Em São João da Barra existe uma tradição entre os comerciantes, de se fazer uma bebida artesanal - o famoso “CONHAQUE BATIDO” de São João da Barra - principalmente quando se aproxima da estação mais fria. Muitos sanjoanenses e turistas que gostam da bebida batida, buscam em seus barezinhos prediletos, aquela receita própria que cada comerciante sabe fazer com maestria e que não deixa a desejar a nenhum "bar man" dos Resorts cinco estrelas pelo Brasil afora. UM PEQUENO RELATO Esta tradição parece ter nascido no início do Século XX, quando o funcionava o antigo Café Central, na Rua Dr. Mota Ferraz, n.º 34, e , segundo as "estórias" contadas, um norueguês, que chegou em um navio, teria sido socorrido de uma enfermidade no porto sanjoanense por Joaquim Thomás de Aquino, que recebeu de presente, pela cura do estrangeiro, uma fórmula "secreta" para se fazer um remédio à base de alcatrão. Tempos depois, este antigo armazém passou a ser chamado de Fábrica Central de Bebidas Alcoólicas e que acabou se tornando as Indústrias de Bebidas Joaquim Thomás de Aquino Filho, ou Thoquino, hoje com um capital patrimonial em torno de 40 milhões de reais. A bebida começou a ser vendida como remédios para gripes e constipações e hoje é utilizada como excelente aperitivo no Brasil e no mundo. Foto: O "Conhaque Batido" é feito pelos comerciantes sanjoanenses e recolocado na garrafa tradicional do Conhaque de Alcatrão novamente, afinal, quem compra a bebida também compra o casco, não é? Foto de Pascoal Berto. A RECEITA DO "CONHAQUE BATIDO" NUNCA É UMA SÓ A receita do conhaque batido é parecida em todos os bares , pois leva Conhaque de Alcatrão de São João da Barra, açúcar, mel, limão galego – detalhe: tem que ser o limão das ilhas das redondezas - e laranja. A receita é parecida, mas o segredo, segundo "Chimbica" - um dos comerciantes da cidade - é o modo de se fazer que faz a diferença.
Foto: Sanjoanenses saboreiam o "Conhaque Batido" aos finais de semana. Foto de Pascoal Berto.
OS QUE MANTÉM A TRADIÇÃO Perguntado sobre os tradicionais fazedores desta bebida batida em São João da Barra, "Chimbica" mencionou sobre: Mauro Gamela (palmeiras bar ao lado do antigo tecex), bar do França em frente ao depósito de construção do Reginaldo, Toninho 10, e bar Bateau Mouche e o saudoso Bar do Rubinho no campo de futebol e o bar do saudoso Bené entre tantos outros da cidade. Seria uma ideia muito legal tentar criar uma lei para se "tombar" como patrimônio imaterial municipal o modo de se fazer o "Conhaque Batido" de São João da Barra, pois é uma técnica exclusivamente sanjoanense e poderíamos fazer um concurso anual das melhores receitas, assim como acontece em Minas Gerais com o Concurso do Pão-de-Queijo - frisou o nosso amigo "Chimbica". UM DETALHE PRECISO A bebida tem que ser feita no próprio litro de conhaque, apresentando o rótulo, que tem cem anos de tradição e ainda é mantido pela indústria de bebidas. Não adianta fazer em escala industrial, porque o bom do "CONHAQUE BATIDO" é feito em estilo artesanal e na hora, no modo de cada um, além do que, não seria permitido pela Indústria de Bebidas, por causa de vários fatores, como o próprio segredo industrial e questões que qualidade e patentes. UMA TRADIÇAO DE CEM ANOS O Conhaque de Alcatrão de São João da Barra completou cem anos sem mexer com sua fórmula original e é comparado com produtos centenários como o "Leite de Rosas", "Sabonete Phebo", "Pomada Minâncora", "Biotônico Fontoura" entre outros. "O QUIBE DE CHIMBICA" COMBINA COM O "CONHAQUE BATIDO" Outro fato também que chamou atenção de Pascoal Berto foi o Quibe que o "Chimbica" prepara, e, segundo ele, este quibe é muito procurado por várias pessoas das cidades como Rio de Janeiro, Campos, Itaperuna etc. Quem vai experimentar o Quibe do bar do Chimbica, tem que provar o "Conhaque Batido", que de fato é muito bom, afirma o conhecido comerciante.
Foto: O Quibe feito por "Chimbica" vem desbancado até os quibes tradicionais da cidade de Italva,que faz o festival do quibe anualmente. Foto de Pascoal Berto.
AGRADECIMENTOS A referida matéria sobre o Conhaque Batido de São João da Barra foi uma excelente ideia do amigo Pascoal Berto, que eventualmente está nos finais de semana abraçando os amigos, como o Chimbica e observou sobre a saída constante desta bebida tradicional e "milagrosa" que lhe chamou atenção. Contribuição da matéria e fotos: Pascoal Berto

2 comentários:

André Pinto disse...

Sr.(a) Professor(a) que postou como anônimo (a). Agradeço a sua contribuição pelas correções de marcação de crases e pelo erro da palavra "Barzinhos". A gente fica preso ao texto e acaba esquecendo das importantes normas de nossa língua portuguesa. Mais uma vez obrigado. Errar é humano mesmo.Atenciosamente,
Andre Pinto.

Paulo disse...

Gostei muito da materia "conhaque Batido",parabens ao Pascoal Berto.Ate que em fim,a familia berto,esta mostrando seus valores.Parabens Andre Pinto pelo seu blog,muito bom mesmo.Um abraço do Berto pai.
ET:Trabalhei 37 anos no conhaque alcatrão e ja era feita a batida de conhaque pelos enesquecives,Benedito Gomes ; Alvino Azevedo e outros.