quinta-feira, 25 de junho de 2009

A ESPETACULAR TRADIÇÃO DOS FESTEJOS DE SÃO JOÃO BATISTA

FOTO: Entrada da Igreja São João Batista.
FOTO: Entrada da Igreja São João Batista.
FOTO:O Público aguarda a procissão fluvial no Cais do Imperador. FOTO: Frontal da Igreja de São João Batista.
FOTO: Altar-mor de São João Batista.
FOTO: Levantamento do painel de São João Batista ao lado da igreja.
FOTO: Desfile Fluvial no rio Paraíba do Sul, em S. J. da Barra. FOTO: Púlpito todo enfeitado na Igreja Matriz.
FOTO: Capela de N.Sa. do Rosário toda enfeitada.
FOTO: Sagrado coração de Jesus todo enfeitado.
A ESPETACULAR TRADIÇÃO DOS FESTEJOS DE SÃO JOÃO BATISTA É incrível morar numa cidade tão maravilhosa por suas belezas naturais e por ter esplêndido acervo de patrimônio histórico-cultural. Temos o Palácio Cultural Carlos Martins, o Centro Cultural Narcisa Amália, o Paço Municipal, o Canhão da Rainha, as Palmeiras Imperiais, o antiga Casa da Câmara e Cadeia, o Cais do Imperador e uma belíssima vista do por do sol no cais. Acordar em São João da Barra em dia de festa é algo ímpar, pois logo cedo, vem a alvorada com a soltura de fogos de artifício e vai se ouvindo de longe a chegada da centenária bandinha do Clube União dos Operários que toca de tudo um pouco, mas que não deixa escapar aquela famosa música de Chico Buarque - "Pra ver a Banda Passar..." - rumando na centenária rua dos passos em direção à Igreja Matriz de São João Batista. O povo vai abrindo as janelas de suas casas e admira a passagem do grupo de jovens que mantém viva a chama da centenária tradição. No período junino há uma série de manifestações culturais em São João da Barra mescladas com a forte religiosidade de nosso povo. Muitas novenas são rezadas, procissões abençoam a cidade, arraiás são feitos por familiares, o Grupo Teatral "Nós na Rua" realiza a peça de Salomé, faz estátuas vivas e ainda resgata a tradição do "Bando" , enfim, a cidade respira cultura e fé! Não podemos nos esquecer do tradicionalíssimo desfile fluvial, em homenagem à São João Batista, evento que relembra a histórica saída de Lourenço do Espírito Santo da foz do rio Paraíba do Sul em 1630 para subir o mesmo rio meia légua e encontrar um "promontório" e estabelecer ali o povoamento de São João Batista da Paraíba do Sul, erigindo uma pequena capelinha de pau-a-pique e com telhado de palha em louvor à São João Batista. Quem passa em frente à praça de São João Batista hoje, vê uma enorme igreja, com estilos Barroco e Gótico ao mesmo tempo, em formato de cruz, com duas capelas anexas de grande valor artístico. É de impressionar a beleza da Igreja de São João Batista! O seu interior ainda é mais rico ainda! As embarcações saem todas enfeitadas de Atafona,que fica na foz do Paraíba do Sul num verdadeiro desfile fluvial seguindo a imagem de São João Batista que vai adiante abrindo o caminho das águas com a presença do padre e da prefeita. Vários pequenos barcos de fiés seguem a caravana e terminam o circuito no Cais do Imperador, onde há uma multidão esperando para louvar aosanto e também julgar a beleza e criatividade das embarcações que disputam prêmios dados pela administração municipal. Imperdível! A praça, neste período festivo, fica toda ornamentada de bandeirolas coloridas, o coreto bem arrumadinho, as barraquinhas da irmandade recebem as contribuições dos fiés, outras barraquinhas comercializam guloseimas variadas, sem esquecer da famosa pipoca da "Senhora do Destino", do quentão e mocotó amigo, dos churros, cachorro quente, caipi-frutas, pastéis gigante, sorvetes e picolés N. Silva, os pula-pulas e escorregas para a criançada e ainda algum inofensivo joguinho de roleta valendo umas cartelas de cigarro e a famosa pescaria. Mencionemos o principal: a praça conta com um povo feliz e ordeiro! À noite ainda tem mais queima de fogos - êta povo para queimar pólvora como este! - e no palco oficial tem a apresentação de grupos de dança contemporânea das academias da cidade e ainda tem as famosas apresentações das quadrilhas de festa junina! Há lugar também para exposições de artistas sanjoanenses como pintores, escultores e músicos, projetos de entretenimento da criançada como o "Vivarte", apresentaçãode esquetes premiadas, nãofaltandoaquele traje típico do roceiro "Muxuango" que sai às ruas embusca de sua noiva amada! É a festa de Santo Antônio, que já passou, é de São João Batista que terminou recentemente, agora agente se prepara para o roteiro de turismo religioso da festa de São Pedro! Em agosto teremos a semana do folclore também, onde São João da Barra se destaca com seus produtos, lendas, cantigas de roda, jongo, peças teatrais e por aí vai! Visite São João da Barra e conheça melhor nossos atrativos! Não basta ver, é preciso sentir!!!

Um comentário:

DANIELLE disse...

boa noite,sua matéria sobre sao joao da barra foi muito valiosa para min,moro em atafona,gostei muito,estava preucurando sobre a cultura sanjoanense e achei o seu texto o melhor ,parabéns!!