domingo, 10 de janeiro de 2010

QUILOMBOLAS DA COMUNIDADE DE BARRINHA, EM SÃO FRANCISCO DO ITABAPOANA, VIRAM TEMA DE MONOGRAFIA DE ESTUDANTE SANJOANENSE

A estudante sanjoanense, que está concluindo o Curso de Geografia no IFF de Campos dos Goytacazes, Analice Ribeiro Cardoso, filha de nossos vizinhos e amigos, o contador José Carlos Cardoso e a professora Maria Helena, também irmã de nosso amigo Augusto, recentemente apresentou, para uma banca de avaliação do IFF, a sua excelente monografia que versa sobre a escravidão no Norte Fluminense e a existência e resistência da comunidade de quilombolas de Barrinha , em São Francisco do Itabapoana.
Com muito orgulho e satisfação, recebi por e-mail, enviado pela própria Analice, a monografia, que promete ser um trabalho norteador para aquelas pessoas que buscam a fundo a história da escravidão na nossa região e a resistência de quilombos, nos dias atuais, como comunidades que sobrevivem com tradições tricentenárias. Tomei a liberdade de encaminhar a mesma monografia para os e-mails de Carlos Sá e de Paulo Paranhos, que são dois historiadores que foram citados na obra de Analice. Aguardo os comentários de ambos, que acredito, ficarão muito satisfeitos com o resultado da pesquisa.
São João da Barra tem um enorme potencial de sua juventude para a elaboração de trabalhos científicos em seus mais variados ramos. O trabalho de Analice vem a somar no aspecto da sociologia, ocupação geográfica regional e formação da identidade do município sanjoanense e sanfranciscano. Abaixo, vemos alguns trechos do trabalho de Analice. Parabéns Analice! A Biblioteca Municipal e a Fundação Cultural de São João da Barra tem que receber uma cópia , cada uma, de seu trabalho, para ser objeto de pesquisa de estudantes e historiadores !
Foto: A dança do Jongo e as refeições na comunidade de Barrinha, em São Francisco do Itabapoana. Crédito da foto: Arquivo de Analice Cardoso.
Foto: Sr. Ademar Ferreira, um dos mais antigos moradores da comunidade de Barrinha, em São Francisco do Itabapoana, conta muitas histórias e relatos. Crédito da foto: Arquivo de Analice Cardoso. VEJA NESTE BLOG A presença de quilombolas no Norte Fluminense Vídeo interativo da Comunidade dos Quilombolas dos Palmares

2 comentários:

Viviane disse...

Parabéns a nossa querida Analice pelo belíssimo e importante trabalho.

Thiago Viana disse...

Caro André:

Estou efusivamente feliz com mais essa descoberta!

Estava acompanhando, durante um bom tempo, a luta das comunidades quilombolas no norte do Espírito Santo contra a Fibria (ex-Aracruz Celulose), que tenta a todo custo expulsar os remanescentes quilombolas naquela região do Brasil, quando me deparo, através do Blog do Paulo Noel, com esse presente aos sanfranciscanos.

Sinto-me ainda mais feliz por ser descendente de uma comunidade quilombola, pois meu pai ali nasceu.

Gostaria que você passasse meus e-mail para a Analice (thiagofdc@hotmail.com e thiagogviana@yahoo.com.br), para que eu possa receber a monografia e me aprofundar mais sobre o tema, e quem sabe, se Deus quiser, conseguirmos dar o verdadeiro reconhecimento aos remanescentes que ali moram merecem.

Obrigado.

Thiago.